domingo, 5 de fevereiro de 2012

Ninense cada vez mais isolado


Emoção , bom futebol e desportivismo na hora da vitoria.
Os seniores receberam e bateram o Tadim esta tarde, vencendo o conjunto bracarense por dois golos sem resposta, numa partida onde os erros se pagaram caro.
Em principio estavam reunidas as condições para um bom desafio, com o primeiro classificado a receber o segundo, e as expectativas não saíram defraudadas ás centenas de adeptos que marcaram presença no Complexo Desportivo Ninense. No lançamento do jogo ambos os treinadores estavam de acordo em que esta seria uma partida mais importante para os visitantes do que propriamente para os famalicenses. Talvez por isso, ambos os tecnicos não tenham tido excesso de cautelas defensivas, e tenham apostado num jogo aberto em prol do espectáculo.
Começou melhor o Ninense , que fez regressar ao onze inicial Zé Luis e o capitão Helder Guimarães.
Logo aos cinco minutos Helder Guimarães arranca pela esquerda e foge habilmente ao lateral Giggs, mas o remate saiu ao lado. Estava dado o aviso , e á passagem do quarto de hora, após alguns minutos de dominio dos da casa, Helder Guimarães inaugura o marcador. O ponta-de-lança Ricardo, em ajuda á defesa, tenta dominar de peito a bola em zona proibida, mas esta sobra para o capitão ninense que bate Nuno pela primeira vez. Estava feito o golo inicial.
Capitão Helder Guimarães regressou á titularidade com o golo inaugural 

A jogar bem e com mestria, com muita posse e circulação de bola, os comandados de João Salgueiro davam espectaculo. Bruno Silva, com uma finta fenomenal tirou Giggs do caminho , mas o passe final não saiu. Pouco depois, era Salgueiro a rematar por cima , num remate á entrada da area.
O Tadim apenas criou perigo por duas vezes com uma rapida desmarcação de André, mas no momento do remate estaria em fora-de-jogo. Manso, em livre direto, deu a oportunidade a João brilhar nos postes do Ninense , com uma excelente defesa.
A segunda parte começou praticamente com o segundo golo da tarde, desta vez em erro colectivo dos comandados de Pedro Rocha. Lance rapido com cruzamento pela esquerda, a defesa do Tadim tarda em subir, e Nuno Araujo aparece vindo de trás , iludindo o fora-de-jogo. Com frieza, o central, que havia marcado na semana passada,  bate o guarda-redes visitante com um remate cruzado.
Central Nuno Araujo voltou a marcar pelo Ninense

A controlar o jogo , e com dois golos de vantagem, o Ninense continuou a fazer da circulação e posse de bola a principal arma, atá ao minuto vinte da segunda parte. Pedro,central do Ninense, recebe o segundo amarelo por pretenso anti-jogo, e o conjunto da casa viu-se a jogar a ultima meia hora de jogo com menos uma unidade em campo.
Pedro Rocha faz três substituições de uma assentada, na procura de um futebol mais agressivo, ainda que mais com o coração que a razão, tentando o tudo por tudo.
No entanto, o facto de jogar com menos um , não é inedito esta temporada, e João Salgueiro reorganizou as tropas com Bogas a recuar para central e Helder Guimarães a jogar no miolo. Com mais ou menos dificuldade , a bola poucas vezes rondou as redes de João e o Ninense conseguiu suster o impeto final dos visitantes, levando de vencida o conjunto bracarense.
De realçar o grande desportivismo que reinou após o final da partida. O jogo, viril a dados momentos , acabou por reflectir a vontade dos dois conjuntos na procura dos três pontos. Ainda assim , ambos os tecnicos estavam de acordo na justiça dos pontos, com o Tadim sair penalizado pelos poucos erros que cometeu.
Com este resultado, são já doze os pontos de avanço que o Ninense leva para a concorrencia.
Se , de facto é prematuro falar na subida de divisão, não é menos verdade que o conjunto liderado por João Salgueiro se encontra em situação privilegiada, já que se encontra com mais quinze pontos que o terceiro classificado.

Pelo Ninense alinharam : João , David, Pedro, Nuno, André, Bogas, Salgueiro (Fabio Torres), Cesario (Bruninho), Helder Guimaraes, Ze Luis (Couto ) e Bruno Silva.

Sem comentários:

Publicar um comentário