domingo, 31 de Agosto de 2014

Seniores: Empate penalizou a equipa da casa


Ninenses estiveram a perder, mas apenas algum desacerto na hora de rematar evitou a reviravolta no marcador, que registou um golo para cada lado no final. 

Tarde de sol e muito calor em Nine a lembrar Verões antigos que não o deste ano , com muito publico nas bancadas em Nine, neste que foi o primeiro jogo oficial em casa.
A equipa entrou motivada e dominou os primeiros dez minutos de jogo, com o Ronfe a mostrar cedo ao que vinha, que era a procura do ponto fora, espreitando um contra-ataque ou bola parada. Apesar do franco dominio do Ninense nos minutos iniciais, acabou por ser o Ronfe a ter lance de perigo , com Moreno a rematar ás malhas laterais da baliza de Andre Ferreira. 
As duas equipas acabaram por encaixar bem uma na outra e o jogo entrou numa toada morna, com poucas oportunidades de golo. Aos vinte minutos, Ruizinho desmarca-se e remata por cima do travessão da baliza de Paulinho. Desse lance, Ruizinho sairia lesionado e seria mesmo substituido minutos depois por Benicio. 
Com as equipas bem mais preocupadas em defender e não cometer erros, o lance derradeiro de perigo só apareceria perto do intervalo. Benicio, uma flecha apontada á baliza do Ronfe, escapa pela direita e remata para grande defesa de Paulinho. A bola sobra para a cabeçada que seria mortifera de Fina ao segundo poste, mas é um central do Ronfe que quase miraculosamente tira a bola na linha de golo. Já perto do intervalo, Benicio choca com o lateral visitante dentro da area, num lance que deixou muitas duvidas. 
Ronfe apenas criou perigo em lances de bola parada 
A segunda parte foi, em beneficio do espetaculo bem mais mexida e com muita emotividade. 
Benicio dá o primeiro sinal de perigo com um centro venenoso mas ninguem aparece para marcar. No entanto, e logo aos cinco minutos, o Ronfe chega ao golo , num lance muito feliz. Hugo Dias, o homem de bolas paradas dos visitantes, marca um canto bem chegado ao primeiro poste, e Andre Ferreira ao socar a bola , faz o esferico bater nas costas de Joao Dias, que acaba por fazer auto-golo. 
Se o almejado pontinho para o Ronfe era prata, então esta  feliz vantagem acaba por se tornar ouro nas suas ambições. Quem não estava pelos ajustes era Joao Fernando que promoveu duas substituições , fazendo entrar Joao Filipe e Cesario para os lugares de Meira e Helder. 
O Ninense começou a carregar, mas quase deitava tudo a perder, quando aos vinte minutos um desentendimento entre Andre Ferreira e China , isolou o atacante vimaranense Moreno que no entanto rematou por cima da baliza deserta. 
Faltava ainda quase meia hora de jogo, que acabou por ser o melhor periodo dos famalicenses. Cadete quase marca um grande golo , mas a bola passou a rasar a barra de Paulinho. O Ronfe apercebeu-se do perigo e passou a encarar o desafio com um claro anti-jogo, ora com jogadores a cairem prostrados no campo, ora com o seu guarda-redes a demorar na reposição da bola. Num desses lances, o arbitro mostraria mesmo o cartão amarelo ao guarda-redes Paulinho que tirara inadvertidamente as luvas.
No entanto o golo ninense adivinhava-se e aconteceu por intermedio de um dos melhores em campo.
Benicio, que começou a por as cabeça em agua aos laterais vimaranenses, aproveitou bem uma bola atrasada pela direita e encheu o pé com a revolta que lhe ia na alma, fazendo um golo de belo efeito. 
Golo de Benicio foi premio merecido para um dos melhores em campo
Cadete quase copiava o colega na marcação de um livre direto, mas a bola saiu por cima da barra. O Ronfe sentiu o golo e começou a disputar o jogo com alguma rudeza, procurando manter o resultado  para evitar males maiores. Benicio , em mais uma arrancada pela esquerda, acabou por ser ceifado por Russo. Na sequencia do lance o mesmo jogador acabaria mesmo por agredir a pontapé o jogador ninense, lance que passou certamente despercebido do trio de arbitragem. 
Cadete quase marca um golo de antologia , mas a bola sai a rasar o poste da baliza dos visitantes. 
O Ronfe continuava a não criar perigo, salvo um canto onde novamente Hugo Dias ensaia o canto directo.
No entanto, os minutos finais foram de assalto ás redes do Ronfe e somente algum desacerto na hora do remate evitou a reviravolta no marcador. Ao minuto noventa, Alexandre aparece na area e desmarca Joao Filipe que tenta o remate em jeito, mas o chapeu sai alto. Já no ultimo minuto dos descontos, é Cesario quem aparece em zona de tiro, mas o remate final não surge, com a defesa do Ronfe a aliviar como pode. 

Assalto final ás redes do Ronfe não teve resultados praticos 
O resultado acaba por penalizar a equipa que mais posse de bola e oportunidades de golo teve, mas este Pro-Nacional é um campeonato onde defender e dar iniciativa de jogo ao adversario por vezes premeia as equipas, como foi o caso do Ronfe no jogo de hoje.

Apesar do anti-jogo da equipa do Ronfe e de um ou outro lance a nivel disciplinar, o trio de arbitragem esteve á altura dos acontecimentos, ajuizando quase sempre bem os lances. 

Ficha de Jogo

Complexo Desportivo Ninense 

AD NINENSE 1 - DESPORTIVO RONFE 1

Arbitro: Francisco Gonçalves auxiliado por Antonio Faria e Andre Mendes

Pelo Ninense jogaram : Andre Ferreira, Cadete, David, China, Joao Dias, Alexandre, Meira (Joao Filipe 54'), Barroso, Helder ( Cesario 61'), Fina e Ruizinho ( Benicio 33') .
Treinador : Joao Fernando

Pelo Ronfe jogaram: Paulinho, Russo, Carlos Campos, Antonio, Ismael (Carlos 90+2), Diogo (Tanta 68'), Macedo (Huguinho 87'), Andre Costa, Hugo Dias, Dedé, Moreno. 
Treinador : Francisco Costa

Marcadores: Joao Dias 50' (auto-golo), Benicio (74').

Disciplina: Amarelos: Helder (18'), Paulinho (69'), David (72'), Russo (79´), Benicio (79').
Vermelhos: Nao houve  

sexta-feira, 29 de Agosto de 2014

Higor emprestado ao Melgacense


O jogador da AD NINENSE Higor acertou esta semana o seu emprestimo para esta temporada ao SC Melgacense, equipa que milita na 1ª Divisão da AF VIANA.
 O jogador, formado nos escaloes do clube ninense, cumpre o seu primeiro ano de Senior,e  procura assim uma oportunidade para jogar com frequencia num campeonato tambem ele competitivo. 


Ninense estreia-se em casa este fim-de-semana


quarta-feira, 27 de Agosto de 2014


A direção da AD NINENSE informa com muito pesar o falecimento da Srª Vitoria Eugenia Guimarães Ferreira, a viuva do Primeiro Presidente e fundador da AD NINENSE, Amadeu Barbosa Marques. 

Antiga professora do ensino basico em Nine, a "Dª Geninha" como era conhecida, será sempre lembrada no coração dos ninenses.

O funeral realiza-se esta Quarta-Feira , pelas 17:00 .



domingo, 24 de Agosto de 2014

Um "pontinho" fora de portas a abrir o campeonato

Primeiro onze oficial da temporada no jogo frente ao Merelinense 
Ninenses levaram um ponto na bagagem numa partida onde inclusivamente falharam uma grande penalidade já nos minutos finais da partida.

Num jogo com uma boa moldura humana nas bancadas, defrontavam-se dois clubes historicos nas competiçoes da AF BRAGA.  A equipa da casa, após a conquista da Supertaça na semana passada, quereria certamente brindar os seus adeptos com uma vitoria neste regresso a casa, mas á sua frente apareceria uma equipa ninense destemida e personalizada, e que dominou o jogo durante largos periodos de jogo. 
Curiosamente, o jogo até começou bem pausado, com as equipas a pautarem por um respeito mutuo, pelo que o primeiro quarto de hora de jogo foi escasso em oportunidades de perigo. 
Perto dos vinte minutos, Joao Fernando,  tecnico do ninense, manda trocar os extemos Ruizinho e Joao Filipe, e o ataque ninense ficou bem mais acutilante, com Barroso muito bem a ajudar na lateral direita e a criar perigo para as redes dos locais. Aos vinte e tres minutos, Barroso centra bem, mas Ruizinho chega atrasado para o remate. Escassos minutos depois, é Cadete quem se esgueira pela direita e serve de bandeja Joao Filipe que, no entanto, remata á figura de um central local. Era o melhor periodo do ninense, com assaltos perigosos ás redes do guarda-redes merelinense Alex. Pouco depois, nova boa arrancada de Barroso que deixa Meira isolado na area dos bracarenses, mas o jogador ninense deixa-se antecipar na hora do remate final. Os jogadores locais iam defendendo como podiam, e em poucos minutos, Pedrinho e Cara recebiam cartões amarelos por entradas duras sobre os ninenses. 
Cadete foi a referencia no centro do ataque ninense 
O intervalo logo chegou, com um resultado algo lisonjeiro para o que o Ninense havia produzido no primeiro tempo. 
O regresso dos balnearios parece ter feito bem aos da casa, que mercê tambem da dupla substituição no inicio do segundo tempo, criou mais perigo no segundo tempo. 
Aos dez minutos, boa arrancada de Pedrinho, que serve David ao segundo poste, mas o atacante bracarense, isolado,  remata por cima da baliza de Andre Ferreira. 
Joao Fernando respondeu ás substituições com as entradas de Helder e Benicio, e o Ninense começou novamente a importunar a equipa bracarense. Há passagem da meia hora, é Andre Ferreira quem brilha nas redes ninenses, ao defender destemido um remate de Marcio , que aparecera isolado. A resposta ninense não podia ser mais pronta, e pouco depois é Benicio que, rapidissimo, se esgueira pela esquerda, sendo derrubado pelo lateral Cara dentro da area. O juiz da partida ajuizou bem, e marcou o castigo maximo , dando tambem o segundo cartão amarelo a Cara e respectiva ordem de expulsão. 
Chamado a converter, Helder Araujo permitiria a defesa do guarda-redes Alex, que adivinhou bem o lado do remate. 
Alex acabou por ser o heroi de Merelim ao defender esta grande penalidade
Os ultimos dez minutos foram jogados com os da casa em inferioridade numerica e, naturalmente, a tentarem congelar os intentos dos ninenses em levar mais que o ponto, o que acabou por acontecer, mantendo-se o resultado final no nulo. 
O trio de arbitragem teve actuação positiva, ajuizando quase sempre bem os lances, embora muito apupado pelos locais no final do encontro. 
Joao Dias e Fina foram dois pilares no meio campo ninense 
"Queriamos brindar a massa associativa do Ninense que esteve aqui em grande numero com uma vitoria, mas não foi possivel. Um ponto a abrir o campeonato é sempre um ponto, há equipas que já tem tres, e outras nenhum. O importante não é como começa , mas como acaba. Este jogo já acabou e vamos pensar já no jogo em casa da proxima semana, vamos tentar dar a vitoria a esta massa associativa" 
Joao Fernando , treinador do Ninense

Ficha de Jogo 

Estadio Joao Soares em Merelim S.Pedro 
Merelinense SC 0  - AD Ninense 0 

Arbitro : Jose Manuel Carreira com Carlos Macedo e Joao Macedo 

Pelo Merelinense jogaram: Alex, Cara, Joao Paulo , Costa, David, Alberto ( Joao Araujo 53'), Marcio (Calais 83'), Pedrinho, Ni, Telmo, e Andre ( Ruca 53'). 
Treinador : Pedro Rocha 

Pelo Ninense jogaram: Andre Ferreira, Barroso, David, Alexandre, China, Fina, Joao Dias, Meira (Luis Tiago 82'), Joao Filipe (Helder Araujo 56'), Cadete e Ruizinho (Benicio 62'). 
Treinador : Joao Fernando

Disciplina: Amarelos : Pedrinho (27'), Cara (39' + 78'), Joao Araujo (57'), Barroso (63') e Ni (89').
Vermelhos: Cara (por acumulação ).