sábado, 18 de abril de 2015

Juniores: Faltam somente duas finais

Cesar apontaria o derradeiro golo da tarde
 Juniores do Ninense venceram no terreno do Operario por tres golos sem resposta. 

Faltam 180 minutos. Os Juniores do Ninense levaram de vencida este Sabado o Operario ganhando categoricamente por tres bolas a zero, e estão agora a somente dois jogos da coroação como campeão.
Ainda a contas com uma onda  de lesionados no plantel, o treinador Rui Teixeira optou por mexer no onze habitual da equipa, colocando Toninho a titular e Cesar no meio campo. O jogo começou de feição para os de Nine e aos dez minutos, o suspeito do costume deu vantagem ao Ninense.  Uma bola bombeada do meio campo caiu de feição na extrema direita , e Diogo Matos com um toque subtil e já de angulo aperado, consegui mesmo assim marcar o primeiro da tarde.  
Diogo Matos abriria as hostilidades á baliza local logo aos dez minutos
O jogo passou então por uma fase menos bem jogada, embora seja incontestavel a supremacia dos ninenses. Fabio Silva falharia uma grande penalidade por carga do guarda-redes da casa sobre Helder. Os da casa começaram então a acreditar, mas entre os postes do Ninense estava um guarda-redes de grande qualidade , e Marco , sempre atento, não permitiu por algumas vezes o golo do empate.
A diferença minima manteve-se até ao intervalo.  Na segunda parte, o jogo teve novamente uma equipa visitante a controlar o desafio.  O Operario por raras vezes se acercava da area ninense. A meio da segunda parte, nova grande penalidade evidente a favor do Ninense.  Na sua cobrança , Diogo Matos não perdoaria, e bisava na partida. 
Dia de aniversario de Diogo Matos coroado com dois golos na conta pessoal
 O Operario ainda piorara as contas da partida, já que ficara reduzido a dez, com um jogador já amarelado a cortar uma bola perigosa com a mão e a ver a segunda cartolina amarela.  Rui Teixeira mexeria na equipa, fazendo entrar Mauro e David, e o Ninense chegaria rapidamente ao terceiro e ultimo golo da tarde, por intermedio de Cesar depois de uma insistencia de David pela direita.  
Neste lance, Avelino Navio de livre direto manda a bola ao poste
O apito final do arbitro chegaria logo de seguida. Num jogo com pouca história e por vezes mal jogado, fica o registo de mais tres importantes pontos para os de Nine. O arbitro da partida, apesar de por vezes contestado pelos da casa, acabou por fazer um trabalho positivo, optando por um criterio largo, deixando jogar, e sem erros nos lances capitais da partida.
Com os resultados deste fim de semana, e com a derrota do Louro , a luta pela subida de divisão parece se resumir agora a Ninense e Ccd Santa Eulalia, numa altura onde faltam apenas dois jogos aos comandados de Rui Teixeira.

Sem comentários:

Publicar um comentário