segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Derbi famalicense deu empate





Disputou-se este domingo em Nine o dérbi famalicense entre os conjuntos da equipa local e do Joane, com o resultado final a assinalar um empate a duas bolas.
Como já tem vindo a ser habitual, começaram melhores os forasteiros, conseguindo empurrar os homens de Nine bem lá atrás. Totas deu o primeiro sinal de perigo logo aos 11 minutos, com Nuno Castro a defender com bravura. Pouco depois é Paulo Ricardo quem dá o corpo á bola após uma serie de ressaltos na área ninense, evitando o golo visitante que se adivinhava, e que acabaria por acontecer face á passividade ninense perto dos vinte minutos, com Machado a servir Zezé ao segundo poste.
Meia hora de jogo foi quanto os homens de Hugo Santos deu de avanço ao adversário, acabando por acordar com o golo visitante. Jonas poderia ter empatado ainda antes do intervalo, mas a bola esbarrou com estrondo no travessão da baliza de Sergio. Rui Gomes, ao cair do pano da primeira parte, quase empatava, mas o desvio saiu mal ao atacante ninense.
A primeira parte acabaria com a vantagem visitante, fruto da passividade e inoperância ninense.
No segundo tempo, Hugo Santos retificou com as entradas de Xavier e de Orgi, com este ultimo em destaque a revolucionar a ala direita ninense, e volvidos quatro minutos, acabaria mesmo por igualar a partida com um remate cruzado após grande jogada individual.
No entanto, esta equipa ninense tem falhado nos momentos-chave, e volvidos dois minutos viu Zezé a bisar na partida, cabeceando sozinho dentro da área após canto pela direita, num dos poucos remates dos forasteiros na segunda parte.  
De novo em desvantagem, a equipa da casa teve de arregaçar novamente as mangas e ir á procura do prejuízo. Hugo Santos promove a entrada de Maicon por Jonas e o Ninense carrega deliberadamente o adversário com quatro unidades na frente de ataque. O golo da igualdade acabaria mesmo por acontecer á passagem da meia hora, com Rui Gomes a igualar a partida.
Os minutos finais foram de intenso domínio ninense, com a pressão sobre o oponente, mas já no período de descontos, Rochinha acabaria por ser expulso após agressão a um adversário.
Com menos um, a equipa local regrediu-se e segurou o empate.
O trio de arbitragem liderado por Carlos Leite teve nota positiva, num jogo de poucos casos e de decisões assertivas.
No final da partida, ambos os treinadores aceitavam o empate como resultado certo.  Joao Coelho, técnico joanense, falava em partes distintas, com uma boa primeira parte da sua equipa e do domínio ninense no segundo tempo. Já Hugo Santos acabou por referir a fraca entrada da sua equipa na partida, tendo de correr atrás do prejuízo, algo recorrente nas ultimas partidas. 

Ficha de jogo 

Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA
Complexo Desportivo de Nine

AD NINENSE 2 – GD JOANE 2

Arbitro : Carlos Leite auxiliado por Ricardo Leite e Rui Neto
Pelo Ninense jogaram: Nuno Castro, Martins, Paulo Ricardo, Diogo Novo, Rochinha, Nuno Afonso (Xavier 45 m), Ventura, Jonas (Maicon 72 m), Tiago Silva (Orgi 54 m), Rui Gomes e Socrates
Treinador : Hugo Santos

Pelo Joane jogaram: Sergio  (Peruzzi 75 m), Mota, Gomes, Duarte Nuno, Russo, Diogo Ribeiro, Ferreira, Diogo (Mario 61 m), Machado, Zezé, Totas (Ruca 70 m).
Treinador : Joao Coelho
Marcadores: Zezé ( 0-1 aos 20m), Orgi (1-1 58 m), Zezé (1-2 60 m) e Rui Gomes (2-2 75 m).
Disciplina : Amarelos : Totas (26 m), Gomes ( 65 m), Sergio (67 m), Mario (74 m).
Vermelho direto : Rochinha (90+2 m).

Sem comentários:

Publicar um comentário