segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Ninense estreia-se fora de portas com derrota



Erros ninenses na etapa inicial do encontro ditaram derrota em jogo de partes distintas.

O Ninense foi ao terreno do Cabreiros averbar a primeira derrota no campeonato ao perder por duas bolas a uma, com os golos a aparecerem ainda no primeiro tempo.
O Ninense começou praticamente o jogo a perder, e logo no primeiro minuto , João Nunes facilitou uma saida de bola, mas Joaozinho conseguiu captar a bola ainda no terreno de jogo e servir Pintas para empurrar a bola para as redes desertas. O segundo golo dos da casa apareceria perto dos vinte minutos, com o central Vitor a aparecer isolado na area ninense e a cabecear com alguma facilidade na sequencia de bola parada pela esquerda.  O Ninense , que até encaixar o segundo , pouco perigo tinha criado, passou a tomar conta do jogo e Ricardo quase reduzia por intermedio de Ricardo , que após ladear o guardião Malhão , viu o central da casa a salvar a bola na linha de golo.
O tecnico Fernando Martins promoveu a entrada de Tó Coentrão, mas seria o outro ponta-de-lança da equipa ninense Chidi a marcar o golo forasteiro , após assistencia de Rui Torres. 
O segundo tempo teve muita alma ninense , perante uma equipa da casa á espera do erro adversario, e foi só por manifesta infelicidade e alguma desinspiração á mistura da equipa famalicense evitou o empate. 
Rui Torres , de livre direto, ainda fez gritar os apoiantes ninenses por golo, mas mais uma vez um defesa desviou para canto quase miraculosamente. Ricardo , de cabeça , quase empatava.  Pouco depois foi Chidi quem rematou com estrondo ao travessão da baliza de Malhão. Já perto do final , China aparece enquadrado com a baliza, mas cabeceia novamente por cima. 
Vendeu cara a derrota , esta equipa do Ninense, mas ficará certamente a lição;  os erros nesta divisão pagam-se caro, e todos os pontos são disputados por vezes nos pormenores , pois dando azo e avanço aos adversarios é meio caminho para as derrotas. 
O trio de arbitragem esteve em bom plano, com alguns jogadores na etapa final da partida a não ajudarem o jovem arbitro Pedro Bessa e seus pares, misturando impetuosidade a algumas entradas á margem da lei, mas com o arbitro em atitude salomónica a não estragar a partida com expulsões desnecessarias, promovendo o dialogo em detrimento a ir ao bolso procurar o cartão. 



“Sofremos logo um golo num erro individual, talvez é proveniente de falta, mas o árbitro assim não considerou. Numa bola parada sofremos o segundo e, antes do intervalo, respondemos e chegámos ao golo. Na segunda parte, alterámos o sistema, fomos muito mais ofensivos, criámos dificuldades ao adversário, reagimos, tivemos cinco, seis oportunidades. A equipa foi muito operária, mas não fomos felizes no capítulo da finalização”.
Fernando Martins (treinador Ninense)


Ficha  de jogo 

Campo de jogo do Cabreiros 

Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA  2ª Jornada 

SC Cabreiros 2 - AD Ninense 1

Arbitro : Pedro Bessa auxiliado por Joao Freitas e Carlos Ribeiro 

Pelo Cabreiros jogaram: Malhão, Cristiano, Vitor, Lopes, Tita (Edu 60 m), Pedro Oliveira, Pintas (Valtinho 60 m), Peixoto, Vitor Hugo, Rui Figueiredo (Ricardo 78 m), Joaozinho .
Tecnico : Nelson Martinho 

Pelo Ninense jogaram: João Nunes, China, Quim, Joel, Vitinha, Joao Dias (Diogo 66 m), Ricardo, Maciel (Tó Coentrão 37 m), Chidi, Padrão, Rui Torres (André 82 m).
Tecnico : Fernando Martins 

Marcador: Pintas (1-0 ao 1º minuto), Vitor (2-0 aos 21 minutos), Chidi (2-1 aos 40 minutos).

Disciplina: Amarelos: Tita (13 m), Joao Dias (57 m), Cristiano (63 m), Valtinho (71 m), Vitinha (72 m), Peixoto (73 m), Edu (76 m), Vitor (90 m), Malhão (90 + 3 m) e China (90+4 m).



Sem comentários:

Publicar um comentário