domingo, 2 de outubro de 2011

Nova vitoria atira Ninense para a liderança do campeonato



Jogo de emoções , o desta tarde no Complexo Desportivo Ninense. Sob um sol abrasador, atipico para Outubro, os seniores do Ninense disputaram este domingo a terceira jornada do campeonato e mantiveram a invencibilidade - três jogos , três vitorias, mais uma se contarmos o jogo da Taça em S.Cosme.

No entanto, o jogo desta tarde foi resolvido apenas nos minutos finais, com a emoção do golo tardio a levar ao rubro os muitos adeptos que coloriram as bancadas do Campo de Jogos. Mas já lá vamos.

A partida começou com um jogo muito cauteloso dos visitantes, que pouco ou nada arriscava, e com os da casa , naturalmente a assumirem as despesas do jogo.  A primeira parte, no entanto , não foi muito conseguida e apenas duas perdidas de Bruno Silva fizeram aquecer as hostes , com um Ninense a ter muito caudal de jogo, e com um Estrelas de Figueiredo muito macio no ataque á bola , cuja tática passava por baixar o ritmo de jogo e tentar encontrar um erro no adversario. Na segunda parte , o jogo continuou algo incaracteristico, mas Salgueiro foi o primeiro a querer ganhar o encontro. Luis Tiago entra para o lugar de Bruno Santos , e pouco depois era a vez de Luis Salgueiro a render o esforçado Bogas. Com tal força atacante , o Ninense começou a encostar o Estrelas de Figueiredo ás cordas , com a bola a rondar as redes dos visitantes, sem no entanto , terem a direção correcta na estocada final.
Já perto do final , foi João quem brilhou nos postes das redes do Ninense, com os visitantes a colocarem três jogadores isolados frente ao guarda-redes local, mas este foi enorme, e susteu o nulo.

João foi determinante nos três pontos desta tarde



 Na resposta, foi Mario quem cabeceou ao travessão da baliza forasteira e pouco depois, nova perdida de Bruno Silva, a cabecear por cima. Bruninho entraria para o lugar de Mario e o Ninense tentou o tudo por tudo para desfazer o nulo, que em abono da verdade, era o que os visitantes pretendiam desde o inicio nesta viagem de Amares até Nine.
Aos 89 minutos, Bruno Silva redimiu-se das perdidas anteriores e, qual matador, cabeceou um centro açucarado de Luis Tiago, subindo bem mais alto que os forasteiros , e fazendo o golo solitario que atirou o Ninense para a frente do marcador.


Bruno Silva leva já três golos ao serviço do Ninense
Todos os jogos trazem lições e ensinamentos, e este não é excepção. O adversario de hoje foi porventura a equipa menos forte e consistente que os comandados de João Salgueiro defrontaram neste inicio de época, mas os três pontos amealhados foram dificeis de conseguir , com um adversario preocupado em baixar o ritmo da partida, usando algum anti-jogo á mistura , dizendo claramente que quem tinha de assumir o jogo eram os de Nine. Quase que eram recompensados, mas se há algum tipo de justiça no futebol, então hoje os pontos foram bem entregues á unica equipa que quis ganhar a partida.

Sem comentários:

Publicar um comentário