sábado, 19 de novembro de 2016

Segunda parte louca permitiu a reviravolta

    
Onze inicial do Ninense em Arões
 
" Nas horas difíceis, jamais baixe a cabeça, porque a solução para o problema não está no chão, mas sim na sua determinação."
  (Autor desconhecido)

O Ninense recuperou o terceiro posto da tabela classificativa ao vencer este Sabado o Arões de Fafe por duas bolas a uma. 
A primeira parte foi jogada em bom ritmo, mas acabaram por serem escassos os lances de perigo junto das areas, com as equipas a disputarem bastante a bola no meio campo. Ainda assim, começou melhor o Ninense e logo no primeiro minuto Venú tem uma boa oportunidade de golo, mas é desarmado no momento certo por Marcos. Seguiu-se Socrates que em jogada individual quase fazia estragos na defensiva dos fafenses. 
O Arões procurava as aproximações á area ninense através de lançamentos longos e bolas paradas, e aproveitou uma falha defensiva dos ninenses praticamente na sua primeira oportunidade de jogo, decorriam vinte minutos. Marcos apareceu na area com a bola dominada e João Sampaio não conseguiu suster o remate colocado do lateral fafense. 
Cinco minutos depois , o Ninense quase respondia por intermedio de Socrates, após assistencia de Rui Gomes. O mesmo jogador , já perto do intervalo, cabecearia ao lado na sequencia de um canto. 
Hugo Santos deu um puxão de orelhas aos seus jogadores durante o intervalo, já que o Ninense tivera algumas chances para marcar e os homens da casa tinham se adiantado no marcador praticamente no unico lance de perigo criado em todo o primeiro tempo.
A equipa famalicense respondeu da melhor forma e partiu para um segundo tempo onde em tudo foi superior ao seu adversario. Logo no primeiro minuto, Jorginho aparece na cara de Ze Fernandes, mas cabeceia á figura.  O Ninense carregava sobre o Arões, muito por força de um Rui Gomes esforçado que atacava a bola na linha da frente , criando o erro no adversario, e viu o seu esforço premiado quando o avançado ninense aos vinte minutos chegou ao empate. 
Rapido movimento com tabelas sucessivas e Rui Gomes consegue rodar para a baliza, marcando o tento da igualdade. 
Os comandados de Eduardo Pereira acusaram o golo, e podiam ter mesmo sofrido a reviravolta no minuto seguinte, não fosse o voo de Ze Fernandes que tirou um golo certo ao angulo a remate de Nelson Oliveira. 
Na sequencia do canto, Paulo Ricardo cabeceia a milimetros do ferro da baliza fafense. 
Adivinhava-se o golo ninense , o qual aconteceria aos 21 minutos do segundo tempo, e que golo. 
Venú recupera uma bola no meio campo, e a uns bons 40 metros da baliza vislumbra o adiantamento do guardião local, fazendo um golo qual verdadeiro hino ao futebol. 
O Arões ainda tentou esboçar uma tenue reação , com bolas bombeadas para a area, mas o acerto defensivo e o espirito de sacrificio ninense prevaleceu , levando o dois um até ao apito final do juiz da partida. 
O trio de arbitragem liderado pelo jovem arbitro Pedro Pinto teve prestação positiva, dando um criterio largo e equilibrado, e especialmente privilegiando o dialogo á sanção disciplinar , algo que foi reflectido nos três cartões amarelos que exibiu em todo o desafio. 
Numa semana atribulada , marcada por lesões e castigos de alguns atletas, os três pontos conquistados em Fafe tiveram sabor especial, atirando o Ninense para o terceiro posto da tabela classificativa. 

" Vitoria muito importante, num campo extremamente dificil frente a um adversario muito valioso. Fizemos uma exibição a roçar a perfeição. Tivemos um erro, o Arões como equipa muito inteligente que é capitalizou o nosso erro, e a partir daí a gente juntou armas, aquilo que é a nossa maneira de jogar. Independente do resultado eu ficaria sempre contente, obviamente fiquei ainda mais com a vitoria ainda por cima com dois grandes golos. O Arões tem uma excelente equipa, mas nós hoje fomos superiores"
Hugo Santos , treinador do Ninense 

Ficha de Jogo 

Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA 

Centro de Formação Aroes S.Romão 

Aroes SC 1 - AD Ninense 2 

Arbitro : Pedro Pinto auxiliado por Nuno Salgado e Jacinto João 

Pelo Arões jogaram: Ze Fernandes, Hugo Dias, Emanuel, Gutti (Morais 72 m), André (Miguel 65 m), Zezé, Fred (Barbosa 45 m), Fausto, Marcos, Russo e Zé Pedro. 
Treinador: Eduardo Pereira

Pelo Ninense jogaram: João Sampaio, Paulo Ricardo, David, Martins, Tiago Oliveira, Xavi, Nelson Oliveira, Venú, Jorginho (André 90+ 1 m), Rui Gomes e Socrates.
Treinador : Hugo Santos

Marcador: Marcos (19 m), Rui Gomes (61 m), Venú (66 m).

Disciplina: Russo ( 29 m), Barbosa (82 m) e Joao Sampaio ( 90 m).

Sem comentários:

Publicar um comentário