domingo, 19 de novembro de 2017

Tradição manteve-se em Santa Eulalia e deu empate


Onze inicial do Ninense em Santa Eulalia


Ninenses empataram jogo em Santa Eulalia com golo de Diogo Novo

O Ninense foi este domingo empatar no terreno do Santa Eulalia de Vizela, num jogo com poucas oportunidades de golo mas com o resultado final a assinalar um empate a duas bolas .
Começaram melhor os homens da casa, e logo aos quatro minutos , Bruno Guimarães inaugura o marcador , após assistência de Marquinho.
O mesmo jogador quase dilatava o marcador pouco depois, mas não aproveitou um rápido contra-ataque da sua equipa, rematando ao lado.
Aos poucos , o Ninense foi acordando para o jogo, e tomou conta das operações . Perto da meia hora, Paulo Ricardo quase empatava a partida, mas o guardião Faria defende para canto. Já perto do intervalo, Faria segura novamente a vantagem com nova defesa, após cabeceamento com selo de golo de Socrates.
O intervalo fez bem aos comandados de Hugo Santos, e logo aos quatro minutos empata a partida, com Venú ao segundo poste a fuzilar as redes de Faria.
Venú fez o golo do empate
A partida conheceu então um período de equilíbrio , com ambas as equipas á procura do golo da vitoria. Perto da meia hora de jogo, Guimarães adianta novamente no marcador a equipa da casa, ao aparecer isolado perante Marafona. 
Hugo Santos lança a cartada final , rendendo Ventura por Junior.  Com o jogo partido, entre o Ninense a lançar bolas para a frente de ataque e o Santa Eulalia a dispor de um par de oportunidades soberanas para matar o jogo,  a partida rapidamente chegou ao período de compensação. Os quatro minutos de descontos foram fatais para os homens da casa, que queimaram duas substituições no período complementar, mas viram o Ninense chegar ao empate mesmo ao cair do pano, com Diogo Novo a fazer as hostes de ponta-de-lança e  a aproveitar uma assistência de Junior.
Central Diogo Novo apontou quarto golo da epoca
O minuto final foi tudo menos futebol, com a equipa da casa, frustrada pelo empate, a contestar o trabalho do trio de arbitragem . Com garrafas de agua a voar do banco e algumas palavras duras, Magalhães, que havia sido substituído momentos antes , recebeu ordem de expulsão.  Em abono da verdade, a equipa de Vizela pode queixar-se de si própria, de inoperância em não aproveitar os lances que dispôs para “matar” o jogo ou simplesmente queixar-se de falta de sorte.
No entanto, nada lhes dá o direito para reagir da forma como o fez.
Embora contestado, o trio de arbitragem teve critério equilibrado e assertivo,  ajuizando bem os lances capitais e não teve qualquer influencia no resultado final. 

Se o empate ao cair do pano foi um mal menor para o conjunto de Nine, e lhe permitiu manter a invencibilidade fora de portas esta temporada, também é verdade que este não foi das melhores exibições da equipa famalicense, gorando excelente oportunidade para se chegar ao pelotão da frente.  Esperemos por uma resposta dos atletas á altura no próximo jogo , desta feita em Nine, após três jogos disputados fora de portas. 

Ficha do Jogo 

Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA  14ª jornada 

CCD Santa Eulalia 2 - AD Ninense 2 

Arbitro : Joel Dias, auxiliado por Jose Novais e Pedro Neves 

Pelo Santa Eulalia jogaram: Faria, Diogo Pinto, Campos, Cerqueira, Armando, Vilela, André Cunha, Jorginho (Rochinha 73 m), Magalhães (Vitolo 90+ 1 m), Marquinho (Paulinho 90 + 2 m), Guimarães. 
Treinador : Nelson Silva 

Pelo Ninense jogaram: Marafona , Novo, Martins, Paulo Ricardo, Rochinha, Ventura (Junior 80 m) , Jonas (Xavier 45 m), Venú, Tiago Silva (Nuno Afonso 66 m), Rui Gomes e Socrates. 
Treinador : Hugo Santos 

Marcador: Guimaraes (1-0 aos 4 m), Venú (1-1 aos 49 m), Guimarães (2-1 aos 74 m), Diogo Novo ( 90+ 3 m). 

Disciplina: Amarelos : Rochinha (36 m), Faria (41 m), Campos (62 m), Ventura (62 m), Vilela (86 m), Guimarães (86 m). 
Vermelho direto: Magalhães (90 + 4 m).


Sem comentários:

Publicar um comentário