domingo, 10 de janeiro de 2016

Jogo molhado com golo abençoado deu em empate



Empate a uma bola com golo já nos descontos frente ao Amares evitou derrota na estreia do tecnico Jose Rego em jogos na condição de visitado. 

Tarde invernosa em Nine onde frente a frente se defrontavam duas equipas ambiciosas na tabela classificativa, num jogo marcado tambem pelo regresso do tecnico Paulo Rafael a Nine, ele que havia treinado o Ninense há duas temporadas atrás. 
Todo o jogo seria condicionado pelo mau tempo e pelo forte vento que se fez sentir esta tarde - o desafio estaria inclusivamente interrompido durante largo tempo no segundo tempo - e o golo inaugural do Amares logo aos oito minutos , seria um bom exemplo disso.  Saviola , ainda no seu meio campo defensivo, bate um livre direto para a area ninense e a trajetoria da bola acaba por ser desviada pelo vento, enganando Andre Ferreira na baliza ninense.  
O Ninense quase marca na resposta. Christophe escapa pela esquerda, serve Socrates , o avançado ninense tenta o chapeu a Talaia , guardião amarense, mas a bola bate caprichosamente no travessão da baliza. Pouco depois, seria Emerson quem tentaria o golo com um remate de longe, mas a bola sai ao lado. 
A ultima meia hora da primeira parte não mais registaria lances de perigo. O Ninense tinha mais posse de bola e iniciativa de jogo, mas tinha no vento o principal adversario, com rajadas fortes a condicionar a trajetoria do esferico. 
Esperava-se uma segunda parte de reacção ninense , agora a jogar com o vento a favor, o quer acabou por acontecer. Logo no reatar da partida , na sequencia de um canto, China cabeceia por cima da baliza de Talaia. Seguiu-se Hugo Pinheiro, que livre de marcação dentro da area, rematou tambem por cima. David proporcionaria de livre directo uma grande defesa a Talaia. O jogo seria interrompido pouco depois em cerca de quinze minutos , com as condições atmosfericas adversas a não permitirem o bom desenrolar da partida. 
Retomado o desafio, o tecnico ninense renderia Joao Dias por Cesario . O Ninense continuou pressionante, com o dominio total da partida, e Talaia adiaria novamente o golo com mais uma defesa, após remate de David. Perto da meia hora, é Mara quem desvia o remate letal de Venú , quando já se gritava o golo ninense. O Amares faria o segundo remate em todo o jogo já na parte final da partida, com o remate de Flavio a ser bem desviado por Andre Ferreira.  O Amares ainda tentou acalmar a partida , promovendo alguma perda de tempo nos instantes finais, mas o golo ninense acabaria por surgir já nos descontos da partida, com Emerson a marcar irrepreensivelmente de livre directo e a colocar alguma justiça no marcador final, já que instantes depois o arbitro Carlos Salazar apitaria para o final do encontro. 
Emerson está de regresso ao Ninense e marcou na estreia pelos alvi-negros


No final da partida , ambos os tecnicos acordaram que o desafio havia sido condicionado pelo temporal que assolou Nine durante o dia, impossibilitando um bom jogo de futebol. 

" Não foi um jogo bem jogado , também pelas condições climatericas, a equipa também não fez o que tem trabalhado durante a semana, acabou por sofrer um golo incaracteristico, mas tem que se continuar a trabalhar e tenho de dar os parabens aos futebolistas nesta fase complicada para eles. Esforçaram-se, lutaram , e isso foi premiado com o golo do empate. Jogar nestas condições , há paragens, mas há que dar apoio a este grupo . Ainda não se notou muito o que se tem trabalhado, e a minha preocupação de momento é transportar o que se faz no treino para o jogo.  Os futebolistas que saíram recentemente do clube, todos pediram para sair do clube, nenhum foi dispensado. Nesse sentido , temos de colmatar essas saídas com algumas entradas, como foi o caso do Emerson que jogou hoje.  O projecto que me apresentaram passa por colocar alguns Juniores a integrarem a equipa senior, e nesse sentido , o futuro pode não passar por mais contratações no imediato"
Jose Rego, treinador do Ninense 

" É sempre uma tremenda injustiça perder pontos no ultimo minuto da partida, mas foi no que deu. Com este tempo, nenhuma das equipas conseguia fazer melhor. O Ninense teve mais posse de bola , fruto também do recuar do Amares que cedo se viu a vencer na partida . Se a equipa do Amares foi feliz na forma como obteu o golo , a sorte tambem bafejou quem mais a procurou e nesse aspecto , o Ninense também foi feliz ao marcar já no final da partida"
Paulo Rafael, treinador do Amares 

Ficha do Jogo 

Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA  Jornada 19
Complexo Desportivo Ninense 

AD NINENSE 1 - FC AMARES 1 

Arbitro : Carlos Salazar auxiliado por Filipe Faria e Sergio Carvalho 

Pelo Ninense jogaram:  Andre Ferreira, David, China, Pinheiro, Barroso, Emerson, Venú, Joao Dias (Cesario 61 m), Christophe, Nelson Oliveira ( Martins 82 m) e Socrates. 
Treinador : Jose Rego

Pelo Amares jogaram: Talaia, Petit, Mara, Mouzinho, Saviola, Helder, Ze Miguel (Fujaco 75 m), Orlando, Flavio, Diogo, e Nelinho ( Maka 72 m).
Treinador : Paulo Rafael 

Golos : Saviola ( 8 m ) , Emerson ( 90 + 2 m) .

Disciplina: Amarelos: China (11 m), Petit ( 63 m), Emerson ( 65 m), Saviola ( 66 m), Talaia ( 83 m), Maka ( 83 m), Diogo ( 83 m).



Sem comentários:

Publicar um comentário