domingo, 31 de janeiro de 2016

Ninense segue em frente na Taça AF Braga




Pedralva ainda assustou durante quinze minutos, mas qualidade e experiencia dos jogadores ninenses carimbaram vitoria tranquila.

O Ninense regressou esta tarde ás vitorias em jogo em atraso da 3ª Eliminatoria da Taça AF BRAGA, num jogo onde o dominio avassalador dos famalicenses foi evidente, embora o Pedralva se tenha adiantado no marcador nos minutos iniciais da partida.
O jogo ficou marcado logo no primeiro minuto de jogo, com Christophe a sair lesionado e a dar o seu lugar a Emerson na partida. Os famalicenses assumiram desde cedo ás redeas da partida , e aos dez minutos de jogo é China quem cabeceia ao lado no coração da area bracarense. 
O Pedralva chegaria ao golo logo de seguida, após um roubo de bola de Faneca , que livre de marcação centrou para a area onde apareceu Zé Fernandes a bater Fabio Pereira.  
O Ninense nunca perdeu o norte, e encostou o adversario ás cordas, partindo para um dominio total sobre o Pedralva. Primeiro foi Nelson Oliveira que isolado perante o guardião Daniel  acabou por rematar ao lado. Pouco depois , nova oportunidade perdida para o Ninense, com uma serie de ressaltos na pequena area e o guardião a defender miraculosamente com os pés. O golo dos ninenses adivinhava-se , e acabou por acontecer perto do intervalo. Rapida descida pelo corredor direito , centro milimetrico e Joao Dias aparece de cabeça a fuzilar o desamparado guarda-redes bracarense. Cesario poderia ter mesmo promover a reviravolta antes do intervalo, não fosse o golpe de cabeça sair á figura de Daniel. 

O segundo tempo iniciou com nova oportunidade para o Pedralva. Ze Fernandes ainda tentou o chapéu a Fabio após perda de bola de Emerson, mas saiu curto o guardião ninense encaixou com perfeição. 
Aos dez minutos, Barroso aparece na cara de Daniel, mas o guardião adivinha o lance e desarma o atleta ninense. Perto do quarto de hora, livre directo e novamente o guarda-redes visitante a defender para canto. 
O guardião forasteiro cotava-se como o melhor da sua equipa em campo, mas seria traído no lance seguinte pelo seu colega Davide, que cortou ostensivamente a bola com o braço dentro de area proibitiva .
Na marcação da grande penalidade, Cesario cobra a bola com toda a calma do mundo e coloca o Ninense na frente do marcador. 

Cesario carimbou reviravolta no marcador
Era o golpe de misericórdia para os bracarenses, que logo sentiram que a partida estava senteciada.
Os vinte minutos finais foram sempre jogados no meio campo visitante, com algumas chances para o Ninense construir um resultado mais condizente com o dominio sobre o Pedralva. 
Primeiro foi um centro açucarado de Vitor Martins sem ninguem a aparecer para empurrar a bola para as redes dos bracarenses. Depois foi Venú quem remata ao lado , livre de marcação. Já nos descontos, Barroso remata por duas vezes, mas a bola teimosamente não entrou.
O apito final soou pouco depois, numa partida dirigida por um jovem arbitro , mas que passou despercebido da partida em grandes espaços de tempo, rubricando uma boa exibição. 
A vitoria ninense não sofre contestação, apenas poderia ser escrita por numeros mais elevados, sobre um adversario que além de militar num escalão inferior, certamente teria poucas aspirações de almejar algo mais na prova.  Na proxima eliminatoria, o Ninense irá se deslocar ao terreno do Joane, em jogo a contar para a 5ª Eliminatoria da Taça.
Joao Dias marcou o golo da igualdade
Ficha de Jogo 

Complexo Desportivo de Nine 
Taça AF BRAGA ( 3ª Eliminatoria ) 

AD NINENSE 2 - PEDRALVA 1 

Arbitro: Filipe Oliveira auxiliado por Maicon Machado e Paulo Mendes

Pelo Ninense jogaram : Fabio, China, Pinheiro, David, Martins, Barroso, Joao Dias (Andre Araujo 90+2 m), Cesario, Christophe ( Emerson 2 m), e Nelson Oliveira ( Diogo Matos 86 m).
Treinador: Jose Rego 

Pelo Pedralva jogaram: Daniel , Alex, Davide , Marco, Vitor, Zeze, Garcia (Ze Carlos 79 m),m Tiago (Lima 75 m), Neca (Neves 56 m), Faneca, Ze Fernandes. 
Treinador: Francisco João

Marcadores:  Ze Fernandes (14 m), Joao Dias (44 m) e Cesario (70 m g.p.).

Disciplina: Amarelos: Barroso ( 35 m), Faneca ( 37 m), Mino (60 m), Davide (70 m), Emerson ( 73 m), Marco ( 85 m), Neves ( 90 m).
Vermelhos : Não houve. 


Sem comentários:

Publicar um comentário