sábado, 4 de abril de 2015

Ninense está de fora da Taça AF BRAGA

 
Golo solitario de Nakata nos instantes finais da partida deu vitoria ao conjunto da Carreira, deixando o Ninense nos quartos de final da prova. 

Houve Taça na Carreira.  Os seniores do Ninense sairam da prova este Sabado, sucumbindo aos pés do vizinho Carreira, num jogo marcado por muita polemica , em especial nos momentos finais da partida.
Face á onda de lesões que tem assolado o plantel ninense, Hugo Santos promoveu algumas mexidas no onze inicial do Ninense, com as entradas de Fabio, Diogo e Luis Tiago. O jogo começou bem equilibrado, com os valores individuais do Ninense a medirem forças com um Carreira bem melhor acostumado ao piso e ás dimensões do seu campo. Os primeiros minutos foram tranquilos , apenas pincelados com algumas entradas perigosas dos jogadores da casa, optando o arbitro da partida por deixar jogar.  O primeiro remate da partida apenas surgiu perto da meia hora de jogo, com Canetas a rematar á meia volta para defesa de Joao Paulo. Cesario imitaria o seu colega de equipa pouco depois, com Joao Paulo novamente a suster o remate do jogador ninense.  A tolerancia manifestada pelo arbitro da partida nos momentos iniciais rapidamente se dissipou, e Christophe e China , do lado do Ninense , levariam cartão amarelo em duelos individuais com os homens da Carreira ainda antes do intervalo.  O Carreira apenas daria ar da sua graça perto do intervalo, com Nakata a correr pela lateral esquerda, mas a rematar muito por cima do travessão da baliza de Diogo. 
A segunda parte começou com um Ninense por cima do adversario. Aos dez minutos, Luis Tiago remata com perigo, mas a bola sai ligeiramente ao lado. Pouco depois, o extremo ninense é rendido por Cadete, que no seu primeiro lance remata cruzado com a bola a sair a centimetros da baliza barcelense. 
Com um Ninense instalado no meio campo dos da casa, o Carreira apenas criaria perigo aos vinte minutos , com Diogo a defender um remate perigoso de Né. O jogo começava a conhecer um periodo algo quezilento, alternando periodos onde o arbitro da partida apitava ao minimo contacto fisico, com entradas perigosas dos barcelenses em que o arbitro fazia vista grossa. Aos trinta e seis minutos , acontece o caso do jogo. Christophe corre pela lateral esquerda e é placado pelo lateral da casa. O arbitro entende que o extremo ninense simulou a falta e pune-o com segundo cartão amarelo e consequente expulsão.
Apesar de ter menos uma unidade em campo , foi o Ninense que criou mais perigo. Primeiro Cadete rematou cruzado para grande defesa de Joao Paulo. Depois foi Rafa quem rematou fora da area, com a bola a beijar o poste da baliza barcelense. 
A dois minutos do final da partida , o Carreira chega ao golo, praticamente na unica oportunidade de que dispôs na segunda parte com Nakata a aparecer na cara de Diogo , e a fazer a bola beijar as redes da baliza forasteira. Muitas duvidas na desmarcação de Nakata , com o avançado da casa a parecer sair em posição irregular,  No entanto, o arbitro da partida, um pouco á semelhança de todo o encontro, pareceu não ter duvidas e sancionou o golo. Faltavam ainda dois minutos para os noventa, e o arbitro da partida estranhamente mandou levantar a placa com o tempo extra de quatro minutos. Esses quatros minutos rapidamente foram esgotados com um jogador do Carreira lesionado  a ser assisitido, com um cartão amarelo por demora na reposição da bola  e com uma substituição operada para os da casa. 
O Carreira passava assim á fase seguinte da prova, cotando-se como o tomba gigantes ao eliminar o Ninense da prova. 
Com os animos exaltados á flor da pele e a indignação propria de quem foi habilmente prejudicado, o arbitro da partida ainda expulsaria Joao Filipe do lado do Ninense no regresso aos balnearios, somando assim nova baixa para o jogo da proxima semana frente ao lider Torcatense.  Num jogo onde as dimensões do campo e a terra batida foram determinantes na partida, há que dar os parabens á equipa do Carreira que lutou com as armas que tinha perante uma equipa ninense que objectivamente lhe é superior, mas que hoje , tambem fruto de uma arbitragem pouco acautelada, ficou pelo caminho numa prova onde legitimamente ambicionava ir mais além. 

" Estamos muito tristes com a eliminação . O grupo está desapontado perante o que foram as dificuldades do jogo. O campo prejudicou-nos um pouco na primeira parte. No segundo tempo estivemos melhores, mas num lance infeliz de contra-ataque sofremos o golo. Foi tambem um pouco de ingenuidade da nossa parte, sofrer um golo aos 87 minutos que nos pôs fora da prova, quando o empate que se verificava então  não nos punha fora da prova. Temos agora uma semana para resolver esta situação, veremos que resposta daremos frente ao Torcatense. " 
Hugo Santos, Treinador do Ninense 

Ficha do Jogo 

Campo do Carreira 

AD CARREIRA 1 - AD NINENSE 0

Arbitro : Licinio Vieira auxiliado por Duarte Oliveira e Nuno Fernandes 

Pelo Carreira jogaram: Joao Paulo, Marcio, Pereira ( Julio 75 m), Né, Helder, Carvalho (Alano 86 m), Mendes, Rui, André, Pedro Araujo e Nakata. 
Treinador: Joao Mendanha 

Pelo Ninense jogaram: Diogo, Fabio, Rafa, China, Luis Tiago ( Cadete 60 m), Joao Dias, Cesario ( Joao Filipe 78 m), Pinheiro, Canetas, Chirstophe e Vitor Martins. 
Treinador: Hugo Santos 

Marcador : Nakata ( 87 m).
Disciplina:  Amarelos : Christophe ( 24m + 81 m ), China ( 34 m),  Carvalho ( 63 m), Pereira (74 m), Cesario ( 75 m), Andre ( 77 m) e Marcio ( 90 +2 m). 
Vermelhos: Christophe ( por acumulação)  e Joao Filipe ( vermelho direto após final jogo ).


Sem comentários:

Publicar um comentário