sábado, 16 de novembro de 2013

Serviços minimos dos Juvenis frente ao Delães


 Após o adiamento do jogo da semana passada frente ao Fradelos, os Juvenis voltaram ás vitorias , desta vez frente ao Delães por quatro golos a dois.
O jogo começou de feição para os de Nine com um golo de David , que com um remate cruzado não deu hipoteses ao guarda-redes do Delães.
David , uma seta sempre apontada á baliza adversaria

 Esta vantagem porém, pareceu prejudicar os jogadores da casa, que paulatinamente foram adormecendo na partida. Os lances de golo iam-se sucedendo, com Mauro Silva por duas vezes isolado na cara do guardião visitante, mas os lances acabaram por se esfumar. O Delães , por seu turno , pouco incomodava as redes de Mauro Faria, e o segundo golo do Ninense, marcado por Mauro Silva, que se esgueirou com mestria á defesa visitante,  parecia encaminhar os comandados de Claudio Araujo para mais uma vitoria tranquila. Puro engano. Se a linha avançada do Ninense parecia desinspirada , marcando "apenas" dois golos nas inumeras oportunidades, o sector recuado dos ninenses não ficou atrás no adormecimento, e num lance perdulario, o Delaes chegaria ao seu golo, reduzindo a desvantagem para dois a um, resultado com que se chegou ao intervalo. 
Claudio Araujo deu um bom puxão de orelhas á equipa, que embora a ganhar, dificilmente convencia. 
A segunda parte foi algo parecida com o primeiro tempo, muitos passes errados, pouca definição nos lances, e a margem minima no marcador parecia enervar mais os ninenses do que propriamente o Delaes, que aos poucos foi-se agigantando na partida. 
No entanto, o Ninense chegaria ao terceiro golo, por intermedio de Helder Arantes com um remate ao segundo poste. No entanto , o Delaes reduziria para tres a dois pouco depois, num lance onde o sector defensivo dos de Nine foi apanhado novamente a dormir a sesta. Já perto do final, o homem do jogo acabaria por fazer o quarto golo do Ninense. Mauro Silva recuperou uma bola, progrediu na area do Delaes e rematou imparavel, fixando o resultado final. 
Mauro Silva bisou na partida frente ao Delaes

É certo que no final contam os três pontos, mas esta equipa do Ninense já nos habituou a conciliar boas exibições com bons resultados, sempre com o compromisso de assistirmos ao bom futebol .
O jogo de hoje acabou por ser escrito pelos valores individuais da equipa em deterimento do colectivo.

Sem comentários:

Publicar um comentário