domingo, 8 de fevereiro de 2015

Seniores: Cadete desatou o nó com grande golo




Seniores foram vencer a Celorico de Basto a equipa local por uma bola a zero. Cadete, de livre direto, carimbou os três pontos. 

Tarde fria em terras de Basto onde se disputava mais um jogo decisivo na prova e onde os dois conjuntos procuravam a vitoria para dar continuidade aos bons resultados.
Com um plantel fustigado esta semana por lesões, Hugo Santos promoveu um onze inedito na temporada, com Vitor Martins e Barroso nas laterais e Rafa e Canetas a saltar no onze inicial do Ninense. 
O jogo começou com uma grande oportunidade para os famalicenses. Cadete dribla um adversario e centra para Canetas , que livre de marcação na pequena area, cabeceia por cima da baliza de Barroco, guardião local. Pouco depois, o treinador Filipe Mesquita é forçado a substituir o lesionado Cerqueira por Diogo Ribeiro. No mesmo minuto, é China quem aparece na area dos da casa, mas falha a emenda vitoriosa, com o guarda-redes da casa a mostrar-se pouco seguro. O primeiro tempo apenas teve um sentido unico, e esse foi a baliza dos homens da casa. Á passagem dos vinte minutos, Canetas tenta o chapéu ao guarda-redes, mas a bola sai bem ao lado. O primeiro remate dos da casa apenas aconteceria á meia hora de jogo, com Mauro a testar os reflexos de Andre Ferreira. Cinco minutos volvidos, é Meira quem remata em posição frontal, mas desta feita Barroco faz bem a mancha e adia o golo ninense para a segunda parte. 
O intervalo chegou de seguida, e com ele o prenuncio de uma boa segunda parte. 
Logo aos oito minutos, Cadete que se esgueirava pela esquerda, vê a bola ser travada com a mão por Dioguinho, que já tinha o cartão amarelo.  O arbitro Leonel Ferreira não teve outro remedio que não exibir o segundo cartão e consequente expulsão. O Celoricense seria duplamente penalizado no lance, já que do livre direto, nasceria o golo ninense, e que golo.  Cadete tira as medidas ao esferico, toma balanço, e mete a bola no fundo das redes da baliza do Celorincense. 
Cadete tira as medidas á baliza...

...remata com precisão...


... e vem comemorar no banco um grande golo .
O lance, embora bem ajuizado, agitou a ira do publico, e o jogo tornou-se agressivo , com muitos lances faltosos e muita contestação ao trio de arbitragem. Aos vinte minutos, Meira ia isolado para a area, após driblar o ultimo defesa. Pepe, central dos da casa, agarra a camisola do jogador ninense, mas o arbitro da partida queda-se pelo cartão amarelo. Perto da meia hora, o jogo é interrompido por escassos minutos, com os treinadores de ambos os conjuntos a serem expulsos dos respectivos bancos. É inaceitavel a atitude do treinador da casa, que depois de tambem ser expulso do banco, de uma forma cobarde, foi tirar satisfações com o treinador do Ninense Hugo Santos, numa tentativa de agressão a um colega de profissão.  Serenados os animos, os momentos finais da partida foram muito intensos, com Canetas a falhar clamorosamente um golo oferecido de bandeja por Cadete. Perante a incerteza no resultado, os da casa lançaram-se desenfreadamente ao ataque, mas os comandados de Hugo Santos aguentaram o impeto final dos celoricenses, fixando o resultado final com o golo obtido por Cadete. 
O trio de arbitragem , embora inexplicavelmente apupado, esteve quase sempre bem nas decisões, num jogo que embora não tenha sido sempre bem jogado , acabou por valer pela emotividade da incerteza do resultado até ao final e pela entrega de ambas as equipas.  
Nota negativa , também, para o publico afecto aos da casa.  Estranhamente , desde cedo o publico recorreu aos insultos e ao incentivo á violencia contra o trio de arbitragem e contra o banco do Ninense, na pessoa do seu treinador Hugo Santos.  Tenho visitado as Terras de Basto frequentemente, e sei que as pessoas desta terra são hospitaleiras e amaveis , bem diferentes das que aqui se viram este Domingo em Celorico de Basto.

Jogo nem sempre bem jogado mas com muito contacto fisico
"Mais uma vez resultou a nossa estrategia. Entramos em campo a dominar o adversario e a partida. Foi um jogo confuso, e mais uma vez perante um adversario que não teve um remate enquadrado á nossa baliza em todo o jogo. Levamos já tres jogos sem sofrer golos, vamos trabalhar esta semana para tentar continuar assim no proximo jogo, tentando somar nova vitoria" 
Hugo Santos, treinador do Ninense

Ficha de Jogo 

Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA

Estadio Municipal de Celorico de Basto 

CD Celoricense 0  - AD Ninense 1 
Arbitro: Leonel Ferreira com Vitor Fernandes e Joao Castro 

Pelo Celoricense jogaram: Barroco, Diogo Santos, Pepe, Casinhas ( Couto 68 m), Neto, Cerqueira ( Diogo Ribeiro 10m), Jorginho, Tiago, Mauro (Alirio 61 m), Andrezinho e Dioguinho.
Treinador : Filipe Mesquita 

Pelo Ninense jogaram: Andre Ferreira, China, Hugo Pinheiro, Barroso, Vitor Martins, Meira, Rafa, Cadete (Cesario 90 +3 m), Joao Filipe ( Luis Tiago 73 m), Joao Dias e Canetas ( Dennis 85 m).
Treinador  : Hugo Santos 

Marcador: Cadete (55 m). 

Disciplina: Amarelos: Andre Ferreira (30 m), Dioguinho ( 38 m + 53 m ), China (45 m), Casinhas ( 52 m), Mauro (59m), Pepe ( 65 m), Rafa ( 69 m), Cadete ( 73 m), Barroso ( 76 m). 
Vermelhos: Dioguinho ( por acumulação de amarelos ).




Sem comentários:

Publicar um comentário