sábado, 15 de abril de 2017

De regresso ás vitorias


Lance de ataque com Rui Gomes e Joao Dias

Ninenses levaram de vencida o Santa Maria e estão colados no pelotão da frente.

Tarde de calor em Nine num jogo onde era fundamental a vitoria para as duas equipas ainda que por motivos bem diferentes.
O desafio começou praticamente com a vantagem do Ninense logo no segundo minuto de jogo.
O guardião barcelense Edivaldo na sequencia de um atraso , bate mal a bola , endereçando o esferico para Rui Gomes , acabando por cometer grande penalidade na tentativa de remediar o primeiro erro.
Na marcação da grande penalidade , o lider destacado dos marcadores Socrates não vacilou e abriu mesmo o marcador.  Segui-se uma reação dos visitantes com uma sequencia de cantos na area ninense, e perto da meia hora, em lance de pura infelicidade, Socrates acaba por marcar na propria baliza , após marcação de um canto por parte de Pascal. 
O atacante ninense quase remediava no minuto seguinte o erro cometido , mas Edivaldo com uma grande defesa negou um golo quase certo  após cabeçada de Socrates. 
No entanto, e já perto do intervalo, o Ninense puxou pelos galões e pôs em campo muito do que faz bem, com uma jogada de puro contra-ataque envolvente o xadrez ofensivo , tendo como intervenientes Socrates , Venú e Jonas, com este ultimo a empurrar para a baliza deserta e assinar a reviravolta ainda no primeiro tempo.
Os comandados de Pedro Rocha, tambem fruto do aperto na tabela classificativa, desorientaram-se por momentos , indo para o intervalo com um coro de protestos ao juiz da partida  que resultou na expulsão de um dos delegados ao jogo. 
A segunda parte foi escassa em oportunidades, fruto tambem das incidencias no jogo.
Perante um Ninense mais expectante, Pedro Rocha tirou Marinho e Bruno Silva , reforçando a frente de ataque com Bispo e Filipe. 
Aos 19 minutos da etapa complementar, o Ninense viu-se reduzido a dez elementos, com Jonas a levar o segundo amarelo , após cortar a bola com a mão. Hugo Santos não tremeu, pediu calma aos seus jogadores, e a equipa correspondeu com alma e coração , correndo e não se atemorizando perante a inferioridade numerica.  O Santa Maria acabaria mesmo por ter uma unica oportunidade de golo, mas o remate de Kiko de fora da area passou a milimetros da baliza de Luis Miguel. 
De cabeça perdida , os barcelenses entoaram um coro de protestos ao trio de arbitragem que culminou na expulsão de Esteves (havia sido substituido minutos antes) e Edivaldo após o final da partida , em cenas lamentaveis que pouco abonam em prol da modalidade. 
Num  jogo onde mais uma vez o Ninense capitalizou bem as oportunidades criadas, está marcado assim o regresso as vitorias , apos tres jogos sem conhecer o doce sabor dos tres pontos.
O trio de arbitragem acabou por fazer uma boa partida, sendo assertivo nos lances capitais do desafio, pese embora os protestos dos barcelenses , fruto tambem da frustração na tabela classificativa.
Com este resultado, o Ninense cola-se ao pelotão da frente, agora que faltam cinco partidas para o final do campeonato. 

Ficha de jogo 

Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA 

Complexo Desportivo de Nine 

AD NINENSE 2 - SANTA MARIA 1 

Arbitro : Carlos Pizarro auxiliado por Elsa Silva e Jorge Abreu 

Pelo Ninense jogaram: Luis Miguel, Martins, Paulo Ricardo , Diogo Novo, Rochinha, Xavier, Jonas, Venú (Andre 90+2 m ), Joao Dias (David  61 m), Rui Gomes (Christophe 74 m ) e Socrates .
Treinador : Hugo Santos 

Pelo Santa Maria jogaram: Edivaldo , Andrezinho, Ze Pedro, Claudio, Marcio, Bruno Silva (Bispo 58 m), Marinho (Filipe 58 m),  Esteves (Xavi 81 m), Kiko, Leandro, e Pascal. 
Treinador: Pedro Rocha 

Marcador: Socrates (1-0  aos 2 m g.p.) , Socrates (1-1 p.b. aos 31 m ) e Jonas (42 m).

Disciplina : Amarelos : Edivaldo (2 m), Jonas (23 + 64 m), Ze Pedro ( 34 m), Bispo (45 m), Leandro ( 61 m), Xavier (76 m), Socrates (79 m), Xavi (85 m).
Vermelhos: Jonas (por acumulação ), Esteves ( 87 m) e Edivaldo (após o apito final). 



Sem comentários:

Publicar um comentário