sábado, 22 de abril de 2017

Penalti, abandono de campo: Tudo isto no Brito vs Ninense





Um golo solitário de Socrates na conversão de uma grande penalidade foi suficiente para os famalicenses levarem de vencida o conjunto vimaranense do Brito, numa partida onde inclusivamente os homens de Guimarães abandonaram o terreno de jogo em sinal de protesto. 

Em campo decidia-se muito do que ainda resta do campeonato, pelo que apresentaram-se no Arena Silvar de Brito duas equipas necessitadas dos três pontos para alimentar o sonho da melhor classificação possivel.
 Começou bem melhor o conjunto de Hugo Santos, arriscando mais na frente, perante um Brito á espreita do erro ninense que lhes pudesse dar a chance de golo. 
Aos doze minutos, David arranca pela esquerda  e centra para a area, onde aparece Rui Gomes a encostar a bola para o lado da baliza de Andre Ferreira. O Brito teve como unica aproximação á baliza ninense perto do quarto de hora de jogo, com Tico a bater livre direto, mas Luis  a segurar bem. 
Rui Gomes e Venú, já perto do intervalo, tiveram nos pés oportunidades soberanas para adiantar os visitantes no marcador, mas o nulo persistiu até ao descanso. 
A segunda parte abre com uma clara oportunidade do Brito, mas o remate de Lamosa foi bem defendido por Luis para canto. 
Joao Salgueiro aposta mais na linha da frente com a substituição de Luis Manuel por Pedrinho, mas no minuto seguinte o Ninense abre o marcador. Bola metida em profundidade, Socrates ganha a linha de bola a Nelson que acaba por derrubar o artilheiro maior do campeonato. Na conversão do castigo maximo, Socrates engana Andre Ferreira, e coloca o Ninense na frente. 
Os minutos seguintes foram de alguma reação natural dos homens da casa, na procura do golo do empate. 
Rui Gomes, em corte acrobatico quase faz auto-golo , com a bola a bater com estrondo na barra da baliza ninense. No lance seguinte, Vitor Hugo remata com violencia para a baliza , mas a bola bate claramente nas costas de Paulo Ricardo e passa o perigo.
Inexplicavelmente, este lance despoletou a ira do clube vimaranense, e chegou a ordem da bancada por parte dos dirigentes maximos do clube para que a equipa abandonasse o terreno de jogo em protesto para com a arbitragem. 
Durante cinco longos minutos, o terreno de jogo ficou despido de jogadores do clube da casa, empurrados para o balneario pelos dirigentes do clube anfitrião, perante uma equipa ninense incredula, aguardando com serenidade a decisão do trio de arbitragem tudo isto com o publico em direção á saida do estadio.
Volvidos os ditos cinco minutos, a equipa da casa reconsiderou e regressou ao terreno de jogo.
Um caso, certamente, que não escapará da alçada disciplinar do concelho de Arbitragem.
O desafio regressou para a sua ultima meia hora de jogo e os homens da casa apostam tudo nas entradas de Figueiredo e Maxime. Do lado do Ninense, Hugo Santos refresca o meio campo com Christophe a render Joao Dias. 
O jogo ficou mais partido, com algumas chances de golo para ambas as equipas. Vitor Hugo e Chidi estiveram perto de empatar a partida, mas acabaria por ser o Ninense a dispor de varias situações  para matar o jogo , não o conseguindo, mas mesmo assim segurando a magra vantagem até ao apito final. 
O jogo acabaria sob um coro de protestos e com largas criticas ao trio de arbitragem.

Ficha de jogo 

 Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA  30ª Jornada 

Estadio Arena Silvar 

Brito SC 0 - AD Ninense 1  

Arbitro : Andre Duarte auxiliado por Paulo Faria e Helder Cardoso

Pelo Brito jogaram: Andre Ferreira, Chidi, Nelson, Lamosa, Tico, Pinheiro, Luis Salgueiro, Freitas (Figueiredo 77 m), David, Vitor Hugo (Maxime 77 m) e Luis Manuel (Pedrinho 58 m).
Treinador: Joao Salgueiro 

Pelo Ninense jogaram: Luis Miguel, David, Martins, Paulo Ricardo, Diogo Novo, Xavi, Venú (Fonseca 90+6 m), Rochinha, Joao Dias (Christophe 82 m), Rui Gomes (Andre 90+3 m) e Socrates.
Treinador : Hugo Santos 

Marcador: Socrates (59 m).

Disciplina: Amarelos : Martins (54 m), Nelson (58 m), David (73 m) e Andre (90 m).

Sem comentários:

Publicar um comentário