sábado, 12 de outubro de 2013

Juniores continuam na senda das vitorias

Onze inicial dos Juniores na recepção ao Forjães
 Juniores receberam e golearam o Forjães por quatro golos sem resposta

Três jogos, três vitorias. Os juniores do Ninense continuam vitoriosos nas provas oficiais, e o jogo deste Sabado resultou em mais um triunfo, desta vez sobre o Forjães e com numeros gordos.
Sergio Campelo promoveu duas alterações no onze inicial, com Duarte e Jorge Fonseca a entrarem nos titulares e logo com duas grandes exibições, frente a uma equipa que poucos argumentos trouxe até ao Complexo Desportivo Ninense.
Jorge Fonseca apareceu em grande no onze inicial ninense 
De facto , este Forjães de hoje está bem longe das equipas aguerridas de outras epocas, com uma equipa pouco atletica e muito limitada tecnicamente.
Sem surpresas foi o Ninense quem pegou nas redeas do jogo, e logo desenhando ataques mortiferos pelos flancos tentando servir Higor que mais uma vez foi o homem mais adiantado no lado dos famalicenses.
Grande impulsão do gigante Veloso , deixando adversarios pregados no chão
Aos dez minutos , Gil teve de sair lesionado do terreno de jogo, mas ainda teve tempo para assistir logo de seguida ao golo inaugural da tarde. Atraso deficiente do central do Forjães com a bola a ficar a meio do caminho, e Higor faz um chapeu monumental ao guarda-redes do Forjães Hilario. Estava feito o mais dificil, que era inaugurar o marcador e trilhar o caminho para mais um triunfo. A primeira parte foi totalmente dominada pelo Ninense, com o Forjães remetido ao seu meio campo a tentar estancar as investidas dos laterais Cesar e Duarte, que lançavam bolas para Jordan e Picó, que entrara para o lugar de Gil.
Picó rendeu o lesionado Gil , criando perigo no flanco direito
No entanto, os erros defensivos dos de Forjães ocorriam um atrás do outro, e poucos minutos depois, lance identico ao primeiro golo. Higor adivinha o atraso deficiente novamente do central forasteiro ao seu guarda-redes, faz novo chapeu mas a bola sai com pouca força e ao lado. Jordan, em corrida ainda apanha a bola e serve a bola de bandeja para Higor bisar e fazer um dos golos mais faceis da sua carreira, com a baliza vazia.  
O Forjães tentava esboçar reação, mas com um banco de suplentes composto por três elementos e sem guarda-redes suplente diz bem da realidade da equipa. Já perto do final do primeiro tempo, novo golo do Ninense.  Jordan escapa pelo seu flanco esquerdo, cruza a bola com mestria, que fica ali a saltitar á espera de Jorge Fonseca fuzilar o desamparado guarda-redes visitante, que nada podia fazer nos golos sofridos esta tarde. 
No segundo tempo , Sergio Campelo deu minutos aos suplentes Vitó e Carlos, esgotando assim as substituiçoes. A equipa não perdeu gás, impulsionada por Luis Peixoto e Jorge Fonseca, dois obreiros no meio campo e foi por acaso que o resultado não ganhou contornos de escandalo. Depois de varias oportunidades de golo eminente, e de uma expulsão do lado do Forjães, o Ninense acabou por fazer o quarto golo, com uma cabeçada fulgurante de Higor que assim selaria o jogo com um hat-trick para a sua contagem pessoal .
Higor foi um dos herois da tarde com um hat-trick ao Forjães

O campeonato vai ser longo, e hoje foi um bom teste de paciencia para estes ambiciosos juniores, frente a um conjunto que irá ter grandes dificuldades em se afirmar nesta divisão. Na rota do campeonato, as jornadas irão trazer seguramente adversarios mais valorosos do que este Forjaes.

Sem comentários:

Publicar um comentário