sábado, 5 de outubro de 2013

Juniores do Ninense estreiam-se no campeonato com vitoria


Bom jogo de futebol entre os Juniores do Ninens e do MARCA

Segunda parte de luxo justificou a justa vitoria aos ninenses


Frente a frente encontravam-se em Nine duas equipas invictas esta temporada, já que ambas tinham vencido os respectivos jogos  na Taça AF BRAGA. 
Esta equipa do MARCA será seguramente uma das boas equipas deste campeonato , como hoje o provou ser perante este Ninense, mas cuja vitoria dos famalicenses nao levanta contestação , em especial pelo que os comandados de Sergio Campelo fizeram no segundo tempo. 
Tal como tinha feito frente ao Ribeirão no ultimo desafio, o tecnico Sergio Campelo delineou a mesma tactica, dando alguma iniciativa ao adversario, e colocando um homem sozinho no ataque, neste caso Higor , que se estreou no campeonato. 
É certo que neste momento falta algum poder fisico na linha da frente de ataque do Ninense, mas mais uma vez essa foi a chave do sucesso no desafio desta tarde. O MARCA , algo surpreendido pelo bloco baixo do Ninense, apareceu mais atrevido na partida, com um entrada forte. 
Fisicamente muito fortes e bons tecnicamente, foi mesmo o MARCA quem teve o primeiro lance de perigo e logo aos dez minutos Daniel fez uma grande defesa após um canto ganho pelos barcelenses. Os famalicenses não arriscavam muito, mas igualaram em oportunidades com um bom remate á entrada da area, mas o guardião da equipa de Vila Cova esteve á altura. 
O ritmo lento do primeiro tempo acabou por justificar o nulo com que se chegou ao intervalo.
O descanso fez bem aos de Nine que vieram transfigurados para o segundo tempo. 
Sergio Campelo pediu seguramente mais audacia e ambição aos seus jogadores, com Luis Peixoto a subir no terreno e a tomar as redeas do meio campo ninense. 
Os primeiros dez minutos do tempo complementar foram diabolicos , com muitas oportunidades de parte a parte para inaugurar o marcador.  Daniel, por duas vezes, teve saídas arrojadas , que evitaram males maiores. Do lado dos comandados de Sergio Campelo , sucediam-se lances de golo. Gil apareceu desmarcado , rematou forte com o guarda-redes a defender para a frente e na recarga o mesmo Gil a rematar ao lado. Logo de seguida é Peixoto quem remata forte, mas nova defesa do guarda-redes. Era o melhor momento dos ninenses na partida. Lá atrás , o tridente defensivo Veloso, Rafa e Jose Pedro não iam facilitando a vida dos possantes avançados barcelenses. No meio campo , Peixoto era o pulmão que faltara no primeiro tempo , municiando os alas Gil e Jordan que mais uma vez fizeram a diferença com jogadas e lances individuais estonteantes. 
Apesar do dominio dos famalicenses, o nulo permaneceu até aos dez minutos finais. 
Numa altura onde o Ninense pressionava com a entrada de Diogo Matos, os da casa ganham um canto. Na marcação do canto, um jogador do Ninense é empurrado, lance que não passou despercebido ao juiz da partida , que pronto assinalou o castigo maximo. 
Na conversão, Luis Peixoto deixaria o guarda-redes pregado ao chão. 

video

Os animos exaltaram-se um pouco, com alguns adeptos em escaramuças na bancada, o que incendiou tambem o jogo. Um jogador do MARCA , após ser substituido, foi expulso por dirigir-se ao arbitro assistente em termos menos proprios, tendo de ser travado pelos colegas numa tentativa de agressão ao juiz de linha. 
O jogo estava na reta final, com os de Vila Cova a bombearem bolas para o coração da area ninense , que com mais ou menos dificuldade, evitaram o golo da igualdade. Já no ultimo minuto da partida, novo lance de ataque ninense e um defesa do MARCA a cortar a bola á entrada da area.
Na cobrança do livre direto, Luis Peixoto cobrou de forma exemplar o livre, com o guarda-redes a estirar-se , mas a não conseguir suster o golo do homem do jogo, Luis Peixoto.
O trio de arbitragem , apesar da contestação dos visitantes, esteve quase sempre bem nas suas decisões, sempre em cima dos lances e com criterio equilibrado. Quando assim é, não há nada a apontar. 
Defensiva ninense não deu facilidades aos barcelenses

Em jeito de balanço, há que dizer mais uma vez que este MARCA irá seguramente fazer um bom campeonato, tem valores individuais acima da média e com boa estampa fisica.
No entanto , do outro lado do campo encontrou uma equipa ninense moralizada pelo bom desempenho na ultima partida. É certo que quem não tem cão caça com gato, mas o valor deste conjunto tem-se revelado especialmente pelo espirito, entre-ajuda e união do grupo. 


Sem comentários:

Enviar um comentário