domingo, 15 de abril de 2018

Ninense com novo triunfo na receção ao Pevidem

Venú foi um dos maestros do meio campo, aqui em lance com Deco (Pevidem)


Equipa famalicense não tira o pé do acelerador e soma nova vitoria que lhe permite somar 50 pontos.

O Ninense regressou aos triunfos este domingo ao receber e bater o Pevidem por duas bolas a uma, numa das melhores primeiras partes da época do conjunto liderado por Hugo Santos.
A equipa da casa desde cedo mostrou que procurava a vitoria, e logo aos nove minutos o artilheiro ninense Rui Gomes não marca , ao esbarrar com duas boas intervenções de Andre Preto, guardião visitante. 
O guarda-redes do Pevidem seria mesmo a figura do encontro na etapa inicial , já que escassos minutos depois , salvou a sua equipa novamente, com valorosas defesas a remate de Venú e Rui Gomes. 
Pouco depois, foi o capitão Luis Faria que quase marcava auto-golo ao tentar desviar um centro venenoso de Tiago Silva. O golo dos locais adivinhava-se e aos 26 minutos , Rochinha abre o marcador, aproveitando uma escapada de Ventura pela direita, que serviu o companheiro na perfeição. 
Com um meio campo competente, o Ninense ia somando ocasiões de golo , mas o intervalo chegou logo depois.
 A segunda parte começou no mesmo frenesim da primeira, e logo no terceiro minuto o Ninense dilata o marcador. Xavi , um dos melhores em campo , rouba o esferico a um defensor forasteiro, e na cara de Preto tem a frieza necessaria para servir de bandeja o seu colega Rui Gomes , que luta nesta fase pela liderança dos marcadores do campeonato.
Abraço sentido entre Xavi e Rui Gomes , após terem construido o segundo golo
 O mesmo jogador poderia ter mesmo matado o jogo pouco depois, com Tiago Silva em brilhante jogada individual a assistir o colega, mas Rui Gomes a mandar incrivelmente por cima da baliza deserta do Pevidem. 
Praticamente na resposta, a equipa vimaranense reduziu o marcador , fruto de um escorregão do guarda-redes ninense Marafona que permitiu a Tó Coentrão que lhe roubasse o esferico e relançasse o desafio para os minutos finais. 
O Pevidem fez o assalto final ás redes ninenses, acabando mesmo com três defesas em campo , mas foi o Ninense que dispôs das oportunidades mais claras para selar o resultado final. 
O apito final do jovem arbitro Ricardo Antunes soaria pouco depois, com os visitantes a reclamarem um lance confuso na area ninense. Pelo meio dos protestos , já o apito final tinha soado , Peixe , que havia sido substituido ainda no primeiro tempo, acabou expulso por palavras dirigidas ao trio de arbitragem. 
Tiago Silva, um dos melhores em campo
Num jogo onde o Ninense foi superior ao adversario a maior parte do tempo, e onde podia e devia ter matado o jogo atempadamente, pode queixar-se o Pevidem de ter dado meia parte de avanço aos comandados de Hugo Santos. 
O trio de arbitragem acabou por rubricar uma prestação positiva , tentando sempre estar á margem da polémica , frente a uma equipa visitante que por vezes parecia dar mais importancia a contestar decisões do que propriamente a tentar em jogo jogado equilibrar a contenda. 

Ficha de jogo 

Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA 

AD NINENSE 2 - PEVIDEM SC 1 

Arbitro : Ricardo Antunes auxiliado por João Pimenta e Paulo Almeida 

Pelo Ninense jogaram: Marafona, Andre, Martins, Novo, Rui Torres, Xavi, Venu, Ventura (Nuno Afonso 73 m), Rochinha, Tiago Silva (Socrates 80 m) e Rui Gomes (Junior 90 m).  
Treinador :Hugo Santos

Pelo Pevidem jogaram: Preto, Luis Faria, Joao Dias, Dabo (Diogo Lopes 59 m), Tó Coentrão, Pablo, Costinha, Peixe (Joao Andre 42 m), Deco (Faria 71 m), Fabinho e Tiago Francisco. 
Treinador: Chalana 

Marcador: Rochinha (1-0 aos 26 m), Rui Gomes (2-0 aos 48 m), Tó Coentrão (2-1 aos 61 m).

Disciplina: Amarelos : Pablo (45 m), Diogo Novo (47 m), Costinha (47 m), Martins (55 m), Fabinho (73 m), Diogo Lopes (90 m), Faria (90 + 2 m). 
Vermelho direto para Peixe após o final do encontro.

Sem comentários:

Publicar um comentário