segunda-feira, 30 de abril de 2018

Festival de oportunidades falhadas e o regresso as derrotas




Ninenses perderam derradeira oportunidade de chegar ao pódio no campeonato

O Ninense recebeu e perdeu por uma bola a zero frente ao Santa Eulalia de Vizela, num golo a aparecer já em período de descontos.
Numa primeira parte de má qualidade, o único lance de perigo coube mesmo aos visitantes aos dez minutos, com Marafona a defender com segurança.
A segunda parte, foi mais rica em lances de perigo , mas parca em golos.
Aos 54 minutos, o Ninense quase marca em canto direto.
Aos 60 minutos, Rui Gomes isolado , não consegue desfeitear o guarda-redes Rafa.
Seguiu-se o recém-entrado Socrates, que , também isolado, não consegue marcar.
O Santa Eulalia respondeu com um contra-ataque venenoso, mas Marafona prova novamente porque é dos melhores guarda-redes do campeonato.
Perto dos 75 minutos, Rui Gomes livre de marcação , cabeceia á figura de Rafa.  Lance seguinte, Socrates novamente sozinho na cara de Rafa, remata para defesa do guardião forasteiro.
81 minutos, Nuno Afonso solto na área, remata em jeito, Rafa defende para canto. Segue-se Xavi, que aparece isolado, mas o remate é novamente desviado por Rafa.
E quando já decorriam os sete minutos de descontos, tempo justamente dado pelo trio de arbitragem dados os períodos de paragem por parte dos visitantes, numa altura onde os de Nine tentavam a vitoria, Rochinha num contra-ataque faz o golo solitário do Santa Eulalia de Vizela, levando assim os pontos para casa.
Arbitragem de bom nível liderada pelo jovem arbitro Tiago Machado, das três equipas em campo a mais assertiva, já que raramente errou um lance e teve sempre o controlo sobre o jogo.


Sem comentários:

Publicar um comentário