domingo, 8 de março de 2015

Novo triunfo dos Seniores relança a PRO-NACIONAL


Meira foi um poço de energia no meio campo ninense

Seniores do Ninense despacharam o Marinhas com goleada de quatro golos sem resposta, num jogo onde a supremacia dos famalicenses foi por demais evidente. 

O Ninense é o grande vencedor da jornada desportiva do Pro-Nacional, já que entre os seis primeiros foi a unica equipa a somar pontos.
E é caso para dizer, que o jogo não poderia ter começado da melhor forma. Logo no primeiro minuto , Christophe , que se estreou no onze titular de Hugo Santos, remata com perigo, mas a bola sai a centimetros do poste. Estava dado o mote, e pouco depois o Ninense chegaria ao golo através do inevitavel Canetas. Grande trabalho de Christophe na direita deixando um defesa pelo caminho, e o centro saiu redondinho para a cabeçada fatal de Canetas. 
Canetas abriu o caminho para a goleada
Aos quinze minutos , Joao Filipe rouba uma bola a Salgado e serve Canetas na pequena area. O remate foi , contudo, desviado por Luis Amorim para canto. A equipa de Jó Faria foi uma pálida imagem do jogo da primeira volta, e apenas criou perigo durante todo o jogo uma unica vez. Perto dos vinte minutos, Joao Vitor arranca pelo corredor central provocando desiquilibrios  e serve Salgado que remata com perigo. E sobre o Marinhas pouco mais há a dizer durante todo o desafio. China , perto da meia hora, quase ampliava a vantagem ninense, mas o golpe de cabeça saiu ligeiramente ao lado. No entanto , no lance seguinte, aconteceria novo golo da equipa anfitreã, com Meira a aproveitar uma bola perdida na area forasteira , e a rematar cruzado para o segundo da tarde. Jo Faria ainda tentou sacudir a partida , rendendo Zola por Ruizinho, mas o jogo parecia desde cedo sentenciado, com um dominio evidente dos ninenses. 
O segundo tempo trouxe a emoção renovada com  mais dois golos para equipa de Nine. Christophe, aos dez minutos , marca um golo de bandeira, rematando de primeira ao segundo poste uma bola mal aliviada pela defensiva da equipa costeira. 
Duas assistencias e um grande golo na estreia de Christophe a titular
 Ze Luis, guardião do Marinhas, ainda evitaria novo golo com grande defesa para canto, mas o quarto da tarde apareceria perto dos vinte minutos do segundo tempo. Christophe, novamente um quebra-cabeças na defensiva forasteira, arranca pela direita, e centra para a cabeçada fulminante de Joao Filipe que fixava assim o resultado final na partida. 
Com uma vantagem confortavel no marcador, Hugo Santos promoveu a entrada de Andre Lemos e Dennis, para a saida em ovação de Christophe , que somou assim duas assitencias e um golo nesta sua estreia a titular esta temporada. 
O trio de arbitragem liderado por Andreia Sousa teve uma actuação irrepreensivel , pautando o seu trabalho pela discrição, sempre em cima dos lances e ajuizando bem as disputas de bola entre os jogadores. 
Com este reusltado, o Ninense está agora a um ponto do lider Torcatense e em igualdade pontual com o Aroes de Fafe. 

" Marcamos numa altura inicial da partida, o que é sempre bom perante equipas como esta. Depois tivemos mais duas ou tres oportunidades para marcar. O Marinhas é um adversario valioso, foi uma vitoria dificil . Foi a vitoria novamente da eficacia , de uma equipa que quer algo mais neste campeonato. Faltam 27 pontos em disputa, ainda podemos fazer algo neste campeonato." 
Hugo Santos, treinador do Ninense 

Ficha de Jogo 

Campeonato AF PRO-NACIONAL

Complexo Desportivo Ninense

AD NINENSE 4 MARINHAS 0

Arbitra Andreia Sousa auxiliada por Paulo Leitão e Pedro Maia

Pelo Ninense jogaram: Andre Ferreira, Meira ( Andre Lemos 79m), Rafa ( Luis Tiago 53 m), China, Joao Dias, Vitor Martins, Christophe (Dennis 72 m), Barroso, Joao Filipe , Cesario e Canetas.
Treinador: Hugo Santos

Pelo Marinhas jogaram: Ze Luis, Salgado, Zola (Ruizinho 35 m), Luis Amorim, Bruno, Campinho (Orlando 65 m), Feiteira (Beto 64 m), Joao Andre, Joao Carlos, Ze Barbosa e Joao Vitor.
Treinador : Jó Faria

Marcadores: Canetas (5 m), Meira ( 30 m), Christophe (55 m) e Joao Filipe (63 m).

Disciplina:  Christophe ( 32m) , Campinho ( 39 m), Joao Andre ( 39 m), Salgado (75 m), Ruizinho (59 m), e Meira ( 76 m).
Vermelhos: Nao houve .

Sem comentários:

Publicar um comentário