domingo, 29 de março de 2015

Seniores: Empate em Amares a zero soube mesmo a pouco

 
Momento de jogo do Amares Ninense
 Ninense esteve sempre por cima no desafio , tendo mesmo falhado uma grande penalidade, mas jogo terminou como começou: a zeros. 


Tarde de sol em Amares , onde frente a frente se defrontavam duas equipas empatadas na classificação e com a mesma legitimidade para almejar os tres pontos em disputa e com muito publico a colorir as bancadas, do Campo Jose Carlos Macedo em Amares.
O jogo começou movimentado. Canetas , logo aos tres minutos, remata de longe para defesa apertada de Claudio. Aos quinze minutos, é Cesario quem aparece na area a cabecear á figura do guarda-redes amarense. Com um dominio estranhamente avassalador, o Ninense ia-se acercando do ultimo reduto dos locais. Á passagem da meia hora, Canetas parece ser derrubado pelo guarda-redes da casa. O arbitro tem diferente leitura , e sanciona o avançado ninense com cartão amarelo por simulação. Já perto do intervalo, Christophe , em jogada individual, quase marca , mas o remate sai bem perto do poste da baliza dos da casa. O Ninense dominara toda o primeiro tempo, com Andre Ferreira a ser mero espectador nas redes da baliza dos famalicenses, mas a bola teimara em não entrar. 
Grande cabeceamento de Hugo Pinheiro deu defesa da tarde a Claudio
 Descontente com a prestação apática da sua equipa no primeiro tempo, o tecnico Miguel Magalhães promoveu a entrada de Fujaco para o lugar de Petit. No entanto, seria novamente o Ninense a criar perigo. Primeiro Christophe remata á figura do guardião Claudio. Depois é novamente Claudio a salvar o cabeceamaento letal de Hugo Pinheiro com a defesa da tarde para canto. O guardião local cotava-se como o homem do jogo até ao momento.  Minutos depois, Christophe, porventura um dos melhores do Ninense esta tarde, escapa á marcação e serve Joao Filipe que remata com perigo. Aos trinta minutos, Christophe é derrubado por Helder dentro da grande area. Porém, na conversaão da grande penalidade , Canetas remata para fora, com a bola a passar ao lado a escasso centimetros.
Canetas iludiu Claudio, mas bola saiu ligeiramente ao lado do poste.

 O lance empolgaria os da casa que  perto dos dez minutos finais da partida, acabariam finalmente por criar alguns lances de perigo. Ginho marca livre frontal , Andre Ferreira defende com dificuldade e Flavio falha clamorosamente a emenda na cara do golo. Esfumada a unica e derradeira oportunidade de golo dos da casa em toda a partida, o Ninense voltou ao comando da partida, tentando o assalto final ás redes de Claudio.  Cesario , no ultimo minuto dos descontos, tem oportunidade de ouro para desfazer o nulo a favor do Ninense, mas o chapéu sai alto . Miguel Magalhães, por seu turno, esgotava a sua ultima substituição nos descontos, e o nulo manteve-se até ao final da partida.
Seria de esperar bem mais desta equipa do Amares,sendo tambem ela candidata ao topo da tabela classificativa , já que raras vezes teve iniciativa de jogo, parecendo desde cedo satisfeita com a divisão de pontos. Já os comandados de Hugo Santos , a contas com quatro lesionados no plantel , foram autenticos guerreiros , num jogo onde a existir uma vitoria , esta seria certamente para os lados de Nine. 
O trio de arbitragem teve uma actuação positiva, fruto tambem de postura dos jogadores, num jogo onde apesar da capital importancia para ambos, acabou por imperar muito fair-play.
Assalto final á baliza do Amares quase dava golo

" O resultado final não foi ao encontro do que esperavamos desta partida. Mas acabou por ser uma delicia ver esta minha equipa jogar, num domingo á tarde, onde se jogou bom futebol. Jogavamos contra o melhor ataque da prova, mas pelo que fizemos, foi pena não termos conseguido o golo, que iria coroar uma execelente exibição da minha equipa. Por uma razão ou outra, as bolas utilizadas na partida não entraram, mérito tambem  do Miguel Magalhães. Já treino o Canetas há muitos anos, nunca o tinha visto falhar um penalti. É futebol. O futuro dirá se este foi um ponto ganho ou dois pontos perdidos, mas mereciamos ter vencido e por mais que um golo de diferença. Vai haver luta até ao final, e temos já um desafio importante na receção ao Torcatense" 
Hugo Santos , treinador do Ninense 

"Acaba por ser justo o empate, embora não favoreça nenhuma das equipas. O Ninense perturbou-nos algo no primeiro tempo , fruto tambem da qualidade dos seus jogadores.
Já na segunda parte equilibramos as  coisas, ganhamos mais cantos e tivemos tres ou quatro lances onde poderiamos ter resolvido. Tinhamos tambem a ambição de ganhar , mas acabaram por  se defrontar duas boas equipas. O empate acabou por penalizar mais o Nine, já que eles se assumiram como candidatos á subida. Quanto ao Amares, vai fazendo o seu campeonato, dentro das limitações que tem "
Miguel Magalhaes, tecnico do Amares

Ficha de jogo 

Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA

Campo Jose Carlos Macedo ( Amares )

FC AMARES 0 - AD NINENSE 0 

Arbitro: Marco Teixeira auxiliado por Claudia Ribeiro e Pedro Bessa.

Pelo Amares jogaram: Claudio, Petit ( Fujaco 45 m), Mara, Ze Miguel, Saviola, Nelinho ( Ginho 56 m) , Maka, Helder, Flavio, Orlando ( Russo 90+2 m), Sergio.
Treinador: Miguel Magalhaes

Pelo Ninense jogaram: Andre Ferreira, Hugo Pinheiro, Barroso, Joao Dias, Christophe, Martins, Cesario, Joao Filipe ( Luis Tiago 82 m ) , China, Rafa e Canetas.
Treinador : Hugo Santos 

Dsiciplina: Amarelos: Cesario (58 m), Saviola ( 61 m), Helder (73 m).

Sem comentários:

Publicar um comentário