domingo, 1 de novembro de 2015

Locomotiva apitou por quatro vezes em Nine

Onze inicial do Ninense frente ao Forjães
O Ninense voltou ás vitorias este Domingo ao receber e bater o Forjães com quatro golos em resposta em tarde onde tudo saiu bem aos de Nine e onde tudo correu mal aos comandados de Anibal Ferreira. 

Após a derrota de Merelim na semana passada, o treinador ninense Hugo Santos promoveu algumas alterações no onze inicial , fazendo entrar David e Joaozinho no onze titular. 
O jogo começou bem movimentado com ambas as equipas á procura do golo. O primeiro lance de perigo acabaria por acontecer para os da casa, com Socrates a endereçar a bola a Christophe , que ao segundo poste remata ás redes laterais. A resposta dos visitantes chegaria á passagem do quarto de hora de jogo, com Rui Rodrigues a rematar ao poste da baliza de Andre Ferreira.  O dominio ninense foi-se acentuando , e perto da meia hora, Socrates quase marca a passe de Christophe. Pouco depois, o Ninense chegaria ao golo. Lance rapido de ataque pela esquerda e Joaozinho do meio da rua a rematar forte e colocado , com Salgueiro sem hipoteses a sofrer o primeiro da tarde já perto do cair do pano da primeira parte.
Joaozinho celebrou mais um golo na sua conta pessoal
O intervalo chegaria de seguida, registando a diferença ténue no marcador. 
O reatar da partida ficou marcado novamente pelo azar para a equipa de Forjães. Anibal Ferreira promove dupla alteração com as entradas de Reko e Henrique.  No entanto , dez segundos depois de ter entrado, Henrique lesiona-se e é substituido por Tiago Lopes, esgotando assim as substituições nos visitantes. 
Hugo Santos procura dar mais acutilância no ataque e tira Joao Dias por Cesario. 
A substituição rapidamente deu frutos, e o golo ninense aconteceu escassos minutos depois.  David escapa pela esquerda e centra para a area onde Socrates aparece de cabeça, e envia de forma fulminante o esferico para o fundo das redes de Salgueiro.

Socrates voltou aos golos com a camisola ninense
 O segundo golo desnorteou por completo a equipa visitante e o terceiro golo quase acontecia dois minutos depois, com Christophe a fazer um chapéu do meio do campo. A bola , caprichosamente , bateu na barra , depois nas costas de Salgueiro , e só por milagre não entrou. 
O Ninense jogava por cima de um adversario valoroso que não se rendia, procurando subir as linhas na expectativa de marcar um golo que os relançasse na partida.  Apanhados em contra-pé num rapido contra-golpe do Ninense, os homens da casa apareceram em superioridade numerica na area visitante. Cesario centra para Joaozinho , mas o extremo ninense é abalroado por Magalhães quando se preparava para rematar á baliza. Na marcação do castigo maximo, Cesario , com toda a calma do mundo, engana Salgueiro e consolidava uma vitoria robusta para os comandados de Hugo Santos. 
Cesario entrou e marcou de grande penalidade
Momentos depois, o treinador ninense renova a linha avançada ninense com as entradas de Dennis e To Barbosa . Os jogadores visitantes perdiam algum controle emocional na partida, com algumas entradas rispídas e muita contestação ao trio de arbitragem. Já perto do minuto 90, um dos grandes momentos do jogo. Livre directo a 25 metros da baliza de Salgueiro, e Tó Barbosa, com um autentico missil ao canto superior direito, selava o resultado final , num jogo onde diga-se, o marcador não espelhou a diferença entre as duas equipas, com o conjunto da costa a apresentar uma equipa aguerrida e de qualidade, mas onde a infelicidade pairou hoje em Nine. 

Tó Barbosa assinou um grande golo de livre directo
O trio de arbitragem liderado pelo Sr. Henrique Gomes teve uma boa prestação, sempre assertivo nos lances capitais do jogo , exibindo somente quatro cartões amarelos num jogo onde apenas o desnorte emocional dos visitantes na ponta final da partida lhes rendeu algum trabalho. 

" O Forjães é uma excelente equipa que nos criou muitas dificuldades principalmente na primeira parte . Na segunda parte aumentamos os indices de eficacia e os golos acabaram por surgir. Acho que a vitoria não tem contestação, e independentemente do resultado, era importante ganhar e oferecer uma boa exibição aos associados e tentar passar de vez esta barreira pscicologica que era jogar em casa. Para a semana temos uma deslocação dificil e temos de continuar a somar pontos, continuar a jogar sem sofrer golos. 
De salientar tambem as entradas dos jogadores que sairam do banco, que puderam jogar mais alguns minutos de qualidade e vieram tambem ajudar a equipa nos seus objectivos. O plantel tem 24 jogadores e todos tem qualidade para jogar. Somos uma familia, sabemos o que queremos e para onde vamos. Na proxima semana vamos tentar dar nova alegria á massa associativa ninense , que tanto nos tem apoiado " 
Hugo Santos, treinador do Ninense 

Barroso regressou ao corredor direito na equipa ninense

"Vinhamos a Nine com o objectivo de somar pontos. No entanto , foi um jogo onde tudo nos correu mal. Tivemos a primeira oportunidade de golo, não marcamos e sofremos um golo a ir para o intervalo. Partimos para a segunda parte com outros objectivos, depois veio a infelicidade do Henrique ,e sofrendo o segundo golo as coisas foram mais complicadas.  No Forjães , jogamos sempre com a mesma ambição seja qual for o adversario , jogamos sempre pelos pontos. A nossa ambição não passa por sermos os pequeninos. Ás vezes não conseguimos outras vezes não nos têm deixado. Vamos analisar durante a semana o que fizemos de menos bom, e tentar retificar já no proximo jogo"
Anibal Ferreira , treinador do Forjães 

Ficha do jogo 

Campeonato Pro-Nacional AF BRAGA 

Complexo Desportivo Ninense

AD NINENSE 4 - FORJÃES 0 

Arbitro : Henrique Gomes auxiliado por Carlos Leite e Ricardo Leite 

Pelo Ninense jogaram: Andre Ferreira, China, Pinheiro, David, Barroso, Martins, Venu, Joao Dias,(Cesario  64 m), Christophe ( Tó Barbosa 75 m ) , Joaozinho, e Socrates ( Dennis 79 m ). 
Treinador : Hugo Santos 

Pelo Forjaes jogaram: Salgueiro, Magalhães, Tony, Carlos, Luis Salgueiro, Tojó ( Reko 46 m), Rui Rodrigues, Luis Barbosa, Oscar, Joao Andre e Higuita ( Henrique 46m , Tiago Lopes 46 m). 
 Treinador: Anibal Ferreira 

Marcadores: Joaozinho ( 44 m), Socrates ( 67 m), Cesario ( g.p. 78 m) e Tó Barbosa ( 89 m). 

Disciplina: Amarelos : David ( 30 m), Tojó ( 40 m), Magalhães (76 m) , Oscar ( 87 m) e Andre ( 90+2 m). 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário